Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da idade e do treinamento de equilíbrio com haste vibratória na resposta motora e em parâmetros biomecânicos de força e potência muscular do quadril, joelho e tornozelo de mulheres idosas

Processo: 12/16270-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2013
Vigência (Término): 31 de março de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Mauro Gonçalves
Beneficiário:Luciano Fernandes Crozara
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Eletromiografia   Biomecânica   Idosos   Vibrações

Resumo

O treinamento com haste vibratória tem demonstrado efeitos positivos em indivíduos jovens, na força, potência e ativação muscular, no entanto, estudos que investiguem esses efeitos em idosos ainda são escassos. Portanto, o objetivo deste estudo será analisar os efeitos da idade e de um protocolo de treinamento com haste vibratória em parâmetros biomecânicos de força, potência e ativação muscular de mulheres idosas fisicamente ativas. Para isso, serão recrutadas para o estudo 40 mulheres divididas em dois grupos: Grupo de Idosas (GI; 60 a 85 anos) e Grupo de Jovens (GJ; 18 a 25 anos). Para a caracterização das participantes do GI serão utilizados os Testes de Sentar e Levantar e a Escala de Equilíbrio de Berg. As participantes serão avaliadas em um dinamômetro isocinético, nos modos de execução isométrico e concêntrico/concêntrico nas velocidades de 90 e 120°/s para flexão/extensão do joelho e flexão plantar/dorsal do tornozelo, 30 e 120°/s para flexão/extensão do quadril e 30 e 180°/s para adução/abdução do quadril, em sincronia com um sistema de aquisição de sinal eletromiográfico de superfície (EMG). Para tanto, será registrado o EMG dos músculos glúteo máximo, multifido, oblíquo interno, reto femoral, vasto lateral, tibial anterior, bíceps femoral e gastrocnêmio lateral. Após a avaliação inicial (1ª avaliação), as participantes do GI permanecerão com suas atividades diárias e após oito semanas será realizada a 1ª reavaliação (idêntica à 1ª avaliação). Após a 1ª reavaliação será dado início ao protocolo de treinamento com haste vibratória que terá duração de oito semanas, com duas sessões semanais de 60 minutos cada. Por fim, após o período de treinamento será realizada a 2ª reavaliação (idêntica à 1ª avaliação). As participantes do GJ não participarão das sessões de treinamento e serão avaliadas somente na 1ª avaliação. Parâmetros biomecânicos de força e potência muscular, dentre eles o pico de torque, torque médio, trabalho total, potência média, nível de ativação e cocontração muscular; assim como parâmetros temporais da contração muscular, tais como a taxa de desenvolvimento de torque, taxa de aumento do EMG, tempo de reação e tempo de aceleração serão utilizados para as comparações entre jovens e idosas; assim como para as comparações pré- e pós-treinamento com haste vibratória em idosas.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CROZARA, Luciano Fernandes. Efeitos da vibração, do plano de oscilação e de uma sessão de uso da haste vibratória sobre o controle postural de mulheres idosas. 2015. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências (Campus de Rio Claro)..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.