Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise das alterações dinâmicas na sinalização celular em células tumorais circulantes como resposta à terapia em pacientes com melanoma positivo para mutação BRAF

Processo: 14/00529-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 20 de maio de 2014
Vigência (Término): 19 de maio de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Rafael Malagoli Rocha
Beneficiário:Fernanda Machado de Carvalho
Supervisor no Exterior: Shannon Leigh Stott
Instituição-sede: A C Camargo Cancer Center. Fundação Antonio Prudente (FAP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Harvard University, Boston, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:12/00041-6 - Avaliação da transição epitélio-mesênquima e do papel do coativador transcricional PGC-1± em carcinoma mamário: um estudo envolvendo células tumorais circulantes (CTCs), BP.DR
Assunto(s):Melanoma   Oncologia

Resumo

O melanoma é responsável por menos de 5% dos casos de câncer de pele, mas é a principal causa de mortes relacionadas a este tipo de câncer e sua incidência tem aumentado nas últimas décadas.Mais de 50 % dos casos de melanomas apresentam mutações do gene BRAF, o que leva a um aumento na atividade quinase de BRAF e ativação constitutiva da via de MAPK, tornando-se alvos potenciais para o desenvolvimento de inibidores altamente específicos. Tais fármacos têm aumentado a sobrevida livre de progressão em pacientes com melanoma positivo para mutação BRAF, porém a maioria deles acaba apresentando resistência ao tratamento. Por esta razão, o desafio é definir estratégias racionais para prever a capacidade de resposta à inibição de RAF e MEK em melanoma positivo para mutação BRAF.Neste contexto, a análise de células tumorais circulantes (CTCs) poderia representar uma importante alternativa menos invasiva às biópsias tradicionais para monitorar mudanças dinâmicas na sinalização celular como resposta à terapia em pacientes com melanoma positivo para mutação BRAF. O objetivo do projeto proposto é avaliar a expressão de marcadores de sinalização relacionadas à aquisição de resistência aos inibidores da RAF (ps6 , pERK e pAkt ) em CTCs durante o tratamento de pacientes com melanoma . Para tal, CTCs serão isoladas a partir de amostras de sangue periférico de pacientes com melanoma positivo para mutação BRAF durante o decurso do tratamento usando a tecnologia CTC-iChip. Além disto, a otimização de estratégias de fixação e de amplificação de sinal será realizada para preservar epítopos de sinalização em CTCs usando linhagens de células de melanoma positivo para mutação BRAF e CTCs isoladas de amostras de sangue de pacientes. As alterações dinâmicas na sinalização celular em CTCs serão analisadas por imunofluorescência e imagem multi- espectral que permite a análise da expressão de múltiplos marcadores em uma única célula. Comparações dos resultados obtidos serão feitas com análises da expressão dos marcadores em biópsias dos tumores primários dos pacientes. Esta abordagem contribuirá para se determinar a utilização da análise de CTCs como um método menos invasivo e um biomarcador em tempo real para prever a capacidade de resposta à terapia em casos de melanoma positivo para mutação BRAF. (AU)