Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção de ramnolipídeos por linhagem recombinante utilizando resíduos agroindustriais como fonte alternativa de carbono

Processo: 14/00783-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2014
Vigência (Término): 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:José Gregório Cabrera Gomez
Beneficiário:Jhoanne Hansen
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/18871-3 - Produção heteróloga de ramnolipídeos em linhagens recombinantes de Pseudomonas putida KT2440, BE.EP.PD
Assunto(s):Pseudomonas aeruginosa   Bioprodutos

Resumo

Surfactantes são moléculas anfipáticas que se acumulam nas interfases, conferindo a elas a capacidade de reduzir a tensão interfacial e superficial do meio. A porção apolar é freqüentemente uma cadeia hidrocarbonada, enquanto a porção polar pode ser iônica (aniônica ou catiônica), não-iônica ou anfotérica. Os tensoativos se encontram entre uma das moléculas mais versáteis da indústria, sendo utilizados na obtenção de produtos farmacêuticos e alimentares, na descontaminação de ambientes impactados e nas indústrias do petróleo, agronômica e cosmética. Porém, os surfactantes de origem petroquímica apresentam o inconveniente da alta resistência à biodegradação e alta toxicidade quando se acumulam no meio ambiente. Uma alternativa é o uso de tensoativos de origem biológica, conhecidos como biossurfactantes. No entanto, sua aplicação é limitada devido ao alto custo de produção quando comparado aos seus similares petroquímicos. Desta maneira, pesquisas que tenham como objetivo minimizar o custo de obtenção dos biotensoativos são de extrema importância. Este estudo visa desenvolver estratégias para geração de biossurfactante ramnolipídico de maneira economicamente atrativa, obtendo um micro-organismo recombinante com alto potencial de produção e utilizando resíduos agroindustriais como fonte de carbono.