Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento sistemático de protocolos e validação analítica de métodos por eletroforese capilar para a determinação de fármacos de diferentes classes químicas

Processo: 14/02542-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2014
Vigência (Término): 31 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Marina Franco Maggi Tavares
Beneficiário:Aline Scarabelin
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Eletroforese capilar de zona   Eletroforese capilar   Fármacos

Resumo

A eletroforese capilar (CE) é uma técnica muito versátil em relação ao escopo de aplicações, podendo ser utilizada em diversas áreas como análises clínicas, forenses, em cosméticos, ambiental, nutricional e farmacêutica. Sua importância em análise de fármacos é muito grande, visto que a CE possui sensibilidade adequada, alta resolução e gera métodos rápidos geralmente em meios tamponados aquosos.Neste sentido, o projeto objetiva desenvolver diferentes protocolos e validar métodos para fármacos de diversas classes químicas, utilizando eletroforese capilar. Os compostos escolhidos para este fim têm grande importância farmacológica, entre eles, a espironolactona, a qual será analisada por cromatografia eletrocinética micelar, MECK; os demais fármacos serão analisados por eletroforese capilar de zona, CZE, com detecção no UV, nos modos direto e indireto, a saber: epinefrina (determinada como cátion com detecção direta no UV), crisina (determinada como ânion com detecção direta no UV), citrulina (por detecção indireta, utilizando eletrólito contendo um cromóforo aniônico e agente reversor de fluxo eletrosmótico, DNB/CTAB) e os cátions: cobre, manganês e cromo (por detecção indireta utilizando um cromóforo catiônico e agente complexante, imidazol/HIBA).