Busca avançada
Ano de início
Entree

Materiais híbridos nanoestruturados por auto-montagem de nanopartículas induzida por biomoléculas

Processo: 13/23572-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química
Pesquisador responsável:Emerson Rodrigues de Camargo
Beneficiário:Luiz Fernando Gorup
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07296-2 - CDMF - Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais, AP.CEPID
Bolsa(s) vinculada(s):16/01940-5 - Sistema estruturado por auto montagem de nanopartículas com a mudança de carga de proteínas, BE.EP.PD
Assunto(s):Materiais híbridos   Nanopartículas   Moléculas bioativas

Resumo

A utilização de conceitos de bio-design é uma promissora estratégia para a obtenção de materiais com propriedades de grande interesse científico e tecnológico. Há inúmeros exemplos de materiais obtidos pelo emprego de conceitos de biomimética, de engenharia bio-inspirada ou empregando biotemplates, o que tem ganhado destaque na química dos materiais, principalmente quando são empregados sistemas estruturados com DNA, bactérias ou fungos. A variedade de estruturas biológicas disponíveis viabiliza alternativas inovadoras para contornar as limitações dos métodos de síntese convencionais. Neste contexto, a fusão da biotecnologia com a química dos materiais tem beneficiado diversas áreas de tecnologias estratégicas, como em catálise, saúde e no desenvolvimento de sensores. Assim, este Projeto propõe utilizar o conceito de biomimética e estabelecer um protocolo para a fabricação de sistemas auto-organizados de nanopartículas metálicas em superfícies com composição, estrutura e morfologia controladas na forma de placas, fios, tubos, entre outras, utilizando metais, cerâmicas e polímeros. Serão utilizadas biomoléculas produzidas pelos fungos Penicillium brasilianum, Aspergillus aculeatus e Xylaria sp, que serão adicionadas em sistemas contendo superfícies a serem recobertas com nanopartículas metálicas. Essas biomoléculas atuarão como agente indutor de self-assembly de nanopartículas metálicas esféricas e em placas (ouro, prata, platina) sobre as superfícies de substrato de silício, microtubos de carbono, alumina porosa e microfios de álcool polivinílico (PVA). Os materiais resultantes apresentarão espessura variável entre 25 nm a 200 nm. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GORUP, LUIZ FERNANDO; PERLATTI, BRUNO; KUZNETSOV, ALEKSEY; NASCENTE, PEDRO AUGUSTO DE PAULA; WENDLER, EDISON PEREVALO; DOS SANTOS, ALCINDO A.; PADILHA BARROS, WILLYAM ROGER; SEQUINEL, THIAGO; TOMITAO, ISABELA DE MACEDO; KUBO, ANDRESSA MAYUMI; LONGO, ELSON; CAMARGO, EMERSON RODRIGUES. Stability of di-butyl-dichalcogenide-capped gold nanoparticles: experimental data and theoretical insights. RSC ADVANCES, v. 10, n. 11, p. 6259-6270, FEB 12 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.