Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de um atlas probabilístico de pontos salientes 3D automaticamente detectados em imagens de ressonância magnética com aplicação no posicionamento inicial de modelos geométricos deformáveis

Processo: 14/11988-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2014
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica - Bioengenharia
Pesquisador responsável:Ricardo José Ferrari
Beneficiário:Carlos Henrique Villa Pinto
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Esclerose múltipla   Doença de Alzheimer

Resumo

O imageamento por ressonância magnética (RM) tornou-se uma ferramenta indispensável no diagnóstico e estudo de diversas doenças e síndromes do sistema nervoso central (SNC) como, por exemplo, a Esclerose Múltipla e a doença de Alzheimer. Além da análise visual sistemática das imagens de RM, o neurorradiologista frequentemente precisa medir o volume ou analisar alterações na forma de determinadas estruturas do cérebro para possibilitar um diagnóstico rápido e preciso de uma doença, ou ainda para realizar o acompanhamento evolutivo de um determinado tratamento. Para isso, a segmentação prévia das estruturas de interesse é necessária. Em geral, essa tarefa é realizada manualmente e que, em razão disso, possui diversas limitações. Por esse motivo, vários pesquisadores têm voltado seus esforços para o desenvolvimento de técnicas automáticas de segmentação de tecidos e estruturas cerebrais em imagens de RM. Dentre as várias abordagens propostas na literatura, as técnicas baseadas em modelos geométricos deformáveis e atlas anatômicos probabilísticos e topológicos estão entre as que apresentam os melhores resultados. Isso porque elas possibilitam a utilização da informação anatômica intrinsecamente contida nas malhas durante o processo de segmentação. No entanto, uma das principais dificuldades da aplicação de modelos geométricos deformáveis para a segmentação de imagens médicas é o posicionamento inicial adequado do modelo. Assim, pretende-se, para esta proposta de pesquisa, o aperfeiçoamento de uma técnica para detecção automática de pontos salientes 3D e, a partir disso, o desenvolvimento de um atlas probabilístico de pontos salientes que servirá para automatizar o processo de posicionamento inicial de modelos geométricos deformáveis. Dessa maneira, técnicas de segmentação baseadas nesse tipo de abordagem poderão ser mais eficazes e possibilitarão que medidas volumétricas de estruturas cerebrais sejam obtidas com maior precisão e rapidez.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VILLA PINTO, CARLOS H.; FERRARI, RICARDO JOSE. Initialization of deformable models in 3D magnetic resonance images guided by automatically detected phase congruency point landmarks. PATTERN RECOGNITION LETTERS, v. 79, p. 1-7, AUG 1 2016. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.