Busca avançada
Ano de início
Entree

Um Elísio Muito Melhor: emulação e intertextualidade no poema Olímpia de Giovanni Boccaccio

Processo: 15/00202-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 05 de julho de 2015
Vigência (Término): 04 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literaturas Clássicas
Pesquisador responsável:Isabella Tardin Cardoso
Beneficiário:Adir de Oliveira Fonseca Junior
Supervisor no Exterior: Stephen Harrison
Instituição-sede: Instituto de Estudos da Linguagem (IEL). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Oxford, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:14/01868-7 - Olympia de Giovanni Boccaccio: estudo introdutório, tradução e notas, BP.MS
Assunto(s):Literatura latina

Resumo

O objetivo deste projeto BEPE é desenvolver uma pesquisa sobre recepção nos Estudos Clássicos, a ser realizada na Universidade de Oxford - Corpus Christi College, de julho a dezembro de 2015, sob a supervisão do Prof. Dr. Stephen Harrison. Como parte de nosso projeto regular de Mestrado, intitulado "«Olympia» de Giovanni Boccaccio: Estudo introdutório, tradução e notas" (Fapesp 2014/01868-7), durante o período de estágio em Oxford pretendemos investigar a recepção que as obras do poeta romano Virgílio (70-19 a.C.) tiveram na produção do autor italiano Giovanni Boccaccio (1313-1375). Mais especificamente, interessam-nos as relações intertextuais que podem ser observadas entre os textos do livro VI da «Eneida» e de «Olímpia». Além de apontar as afinidades temáticas e formais (bem como os contrastes) entre os Campos Elísios de Anquises (En. 6, 637-665) e o paraíso celestial de Olímpia (Olímp., vv. 159-196), procuraremos explorar outros tipos de associações, como a presença de topoi das «Bucólicas» de Virgílio na écloga boccacciana, que pertence ao mesmo gênero poético. Nosso interesse neste estágio de pesquisa no exterior é motivado pelos trabalhos mais recentes do Prof. Harrison sobre recepções da literatura latina, os quais são pautados em seus inúmeros estudos acerca de Virgílio e de questões de gêneros poéticos em geral. Por fim, consultar as bibliotecas da Universidade de Oxford também nos dará a oportunidade de acessar uma extensa bibliografia que, apesar de fundamental para nossa dissertação de Mestrado, não se encontra disponível no Brasil. (AU)