Busca avançada
Ano de início
Entree

Baccharis dracunculifolia: formação de pasto apícola, estudo das interações com Apis mellifera e insetos galhadores na produção de própolis verde

Processo: 15/04148-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2015
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacognosia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Jairo Kenupp Bastos
Beneficiário:Debora Munhoz Rodrigues
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Baccharis dracunculifolia   Apis mellifica   Metaboloma   Própolis

Resumo

O reino vegetal destaca-se pela singularidade dos metabólitos secundários biologicamente ativos e na diversidade de mecanismos de ação. A Baccharis dracunculifolia é um arbusto perene conhecido popularmente como "alecrim do campo" ou "vassourinha" e destaca-se como principal fonte botânica para a produção de própolis verde e pela rica interação com insetos galhadores. A própolis verde produzida pelas abelhas Apis mellifera a partir de B. dracunculifolia possui uma composição química complexa e variada, rica em derivados prenilados do ácido-p-cumárico, como o artepillin C, os quais têm demonstrado importantes atividades farmacológicas, atraindo, assim, interesse internacional. A relação ecológica entre plantas e insetos galhadores acarreta mudanças estruturais e metabólicas nas plantas hospedeiras. Portanto, propõe-se estudar, do ponto de vista químico, a relação existente entre insetos galhadores, Apis mellifera, metaboloma da planta e produção de própolis verde. Este estudo contribuirá para a criação de pastos apícolas e, consequentemente, aumento da qualidade e produtividade dos produtos da colmeia. Serão amostradas 32 plantas, sendo 16 femininas e 16 masculinas e, dentro de cada gênero, serão estudadas 8 com maior e 8 com menor infestação por galhas. Todas as plantas, assim como as galhas e a própolis produzida serão analisados quanto ao perfil químico dos óleos essenciais por cromatografia gasosa (CG-DIC) e das substâncias fixas por cromatografia liquida (HPLC-DAD). As galhas majoritárias serão coletadas, quantificadas, incubadas e identificadas quanto ao inseto galhador. Pretende-se demostrar que as alterações químicas ocasionadas pela associação com insetos galhadores pode influenciar na visitação de abelhas Apis mellifera e na produção da própolis verde. Os indivíduos de maior interesse serão selecionados para produção de mudas para cultivo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RODRIGUES, DEBORA MUNHOZ; DE SOUZA, MARCELO CLARO; ARRUDA, CAROLINE; PEREIRA, RODRIGO AUGUSTO SANTINELO; BASTOS, JAIRO KENUPP. The Role of Baccharis dracunculifolia and its Chemical Profile on Green Propolis Production by Apis mellifera. Journal of Chemical Ecology, v. 46, n. 2 DEC 2019. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
RODRIGUES, Debora Munhoz. Baccharis dracunculifolia: Formação de pasto apícola, estudo das interações com Apis mellifera e insetos galhadores na produção de própolis verde. 2017. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.