Busca avançada
Ano de início
Entree

Consumo de oxigênio em pré-adipócitos 3T3-L1 e o efeito do ácido palmitoléico

Processo: 15/10122-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2015
Vigência (Término): 31 de julho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Paula Bresciani Martins de Andrade
Beneficiário:Amanda Santos de Almeida
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde. Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/51701-3 - Função mitocondrial durante a adipogênese no tecido adiposo branco (TAB): efeito de ácidos graxos, AP.JP
Assunto(s):Mitocôndrias   Respiração celular   Tecido adiposo branco   Bioenergética   Oxigênio

Resumo

Resumo: A biogênese e o metabolismo mitocondrial estão envolvidos na regulação de varios processos no tecido adiposo branco, como a adipogenese, o metabolismo de lipidios e carboidratos, a proliferac'ao de pre-adipocitos, a transdiferenciação de adipocitos e o acumulo de triacilglicerois. Este projeto tem como objetivo investigar o efeito de acidos graxos (AG) saturados e insaturados na respiração celular de pre-adipocitos. Serao utilizadas celulas clonais 3T3-L1, as quais serao tratadas com os AG palmitico (C16:0) e palmitoleico (C16:1 n-7) antes da diferenciação em adipócitos e a taxa de consumo de oxigênio com ambos os tratamentos será verificada. No presente projeto Jovem Pesquisador (bolsa 2012/10525-0, auxílio 2011/51701-3) já observou-se que o tratamento agudo e crônico com ácido palmitoléico eleva a taxa de consumo de oxigênio basal em adipócitos maduros, mas não em pré-adipócitos. Os dados serão normalizados pelo número de células ou dosagem de proteínas. Acreditamos que a modulação da atividade mitocondrial no tecido adiposo branco, com tendência ao aumento do metabolismo oxidativo, possa aumentar o gasto energético neste tecido. A confirmação dessa hipótese pode auxiliar no tratamento da obesidade e de doenças correlatas. No entanto, esse tema ainda é controverso.