Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo em H-alfa dos grupos compactos GALEX com alta formação estelar

Processo: 15/25984-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2016
Vigência (Término): 30 de junho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia - Astrofísica Extragaláctica
Pesquisador responsável:Claudia Lucia Mendes de Oliveira
Beneficiário:Jonathan David Hernández Fernández
Supervisor no Exterior: Eleazar Rodrigo Carrasco Damele
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Local de pesquisa : Gemini Observatory South, Chile  
Vinculado à bolsa:12/13381-0 - Exploração do impacto dos processos ambientais em aglomerados e grupos de galáxias, BP.PD
Assunto(s):Galáxias   Formação de estrelas   Raios ultravioleta   Populações estelares

Resumo

Uma amostra de grupos compactos foi recentemente identificada em catálogos de galáxias em UV do GALEX. A característica mais notável desta amostra é o sua alta fração de galáxias formando estrelas, i.e., 95%, em comparação com outras amostras de grupos compactos estudados até agora que tem 20% ou menos.Um levantamento em linha de emissão H-alfa foi iniciado com o objetivo de amostrar e estudar uma coleção de eventos de formação estelar (caudas de maré, galáxias anãs de maré, discos extintos de galáxias formadoras de estrelas, etc) e da atividade formação de estrelas desses grupos. A experiência do Dr. Rodrigo Carrasco na evolução de galáxias em grupos será muito útil para condensar em um artigo o trabalho que será desenvolvido neste estágio. Além disso, novas observações com SOAR são planejadas para a fase de continuação deste projeto em 2016A (tempo de observação tem sido já concedido). Um trabalho adicional que será feito durante o período é adquirir imagens com o telescópio T80-south, no Cerro Tololo e definir um sistema de calibração para os 12 filtros usados com a câmera T80-Sul. Isto será bom não só para o trabalho dos grupos GALEX, dado que já temos uma imagem de um grupo tomado com o sistema T80-sul, mas irá fornecer calibradores para o trabalho a ser feito pela comunidade astronômica, quando os telescópios iniciem suas operações em poucos meses.