Busca avançada
Ano de início
Entree

Bioacessibilidade oral e respiratória de elementos potencialmente tóxicos no solo e em sedimentos urbanos

Processo: 15/19332-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2016
Vigência (Término): 28 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Luís Reynaldo Ferracciú Alleoni
Beneficiário:Alexys Giorgia Friol Boim
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/24483-9 - Bioacessibilidade oral e respiratória de as, Cd, Cu, Pb e Zn de solos urbanos e de mineração (parte i), BE.EP.DR
Assunto(s):Avaliação de risco   Poluentes   Células CACO-2   Biodisponibilidade   Bioacessibilidade   Química do solo

Resumo

Os seres humanos podem estar expostos a elementos potencialmente tóxicos (EPT) diariamente, principalmente habitantes de grandes centros urbanos com intenso tráfego de automotores e atividades industriais, como siderúrgicas, metalúrgicas e mineração. Métodos de avaliação de risco podem prever ou indicar o nível da exposição à contaminação de uma área. Além do teor pseudototal de EPTs, geralmente extraídos com soluções ácidas, pode-se determinar os teores nas frações reativa, biodisponível, bioacessível e inerte destes elementos para avaliação do grau de contaminação do solo. Nesse projeto serão utilizadas amostras de solo urbano coletadas em Piracicaba, SP, com baixo nível de contaminação, e solos coletados em áreas próximas à antigas mineradoras na cidade de Apiaí, SP, a área de estudo está localizada no Centro Integrado de Ensino Multidisciplinar (CIEM/Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais - Serviço Geológico do Brasil); e Santo Amaro, BA. Nesta cidade serão coletados solos urbanos localizados em áreas residenciais, principalmente próximas à área de refino, onde pesquisadores detectaram níveis elevados de Pb e de Cd. Nessas cidades existe um passivo ambiental muito grande e está a gerar riscos à saúde da população local. Métodos in-vitro têm sido utilizados em vários países para avaliar a bioacessibilidade de EPTs em seres humanos. Em nosso estudo serão avaliados procedimentos baseados na ingestão e na inalação de solos e sedimentos coletados por meio dos métodos Unified BARGE Method (UBM) e do Extrator de Gamble (Gamble's Solution) para obtenção do teor bioacessível do trato gastrointestinal e do fluido pulmonar, respectivamente. Como a fração bioacessível não estima a concentração que é absorvida e transportada para a corrente sanguínea, será testado o método in-vitro utilizando células Caco-2, que são extraídas de adenocarcinoma de cólon humano. As características mineralógicas e geoquímicas dos solos e sedimentos serão obtidas para avaliar a interação com fluido pulmonar e com o suco gástrico.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BOIM, ALEXYS GIORGIA FRIOL; WRAGG, JOANNA; CANNIATTI-BRAZACA, SOLANGE GUIDOLIN; ALLEONI, LUIS REYNALDO FERRACCIU. Human intestinal Caco-2 cell line in vitro assay to evaluate the absorption of Cd, Cu, Mn and Zn from urban environmental matrices. ENVIRONMENTAL GEOCHEMISTRY AND HEALTH, v. 42, n. 2, p. 601-615, FEB 2020. Citações Web of Science: 1.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BOIM, Alexys Giorgia Friol. Bioacessibilidade humana e absorção por células intestinais de elementos potencialmente nocivos em matrizes ambientais urbanas. 2018. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Piracicaba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.