Busca avançada
Ano de início
Entree

Ômicas comparativas por meio de técnicas hifenadas com foco em complexos metálicos em soja transgênica e não-transgênica após cultivo com nanopartículas de prata

Processo: 16/18373-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2016
Vigência (Término): 30 de abril de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Marco Aurelio Zezzi Arruda
Beneficiário:Rodrigo Moretto Galazzi
Supervisor no Exterior: Joanna Szpunar
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Université de Pau et des Pays de l'Adour, França  
Vinculado à bolsa:13/15646-3 - Avaliação de plantas de soja transgênica e não-transgênica cultivadas em solo tratado com nanopartículas de prata, BP.DR
Assunto(s):Compostos de coordenação   Espectrometria de massas   Metalômica   Métodos bioanalíticos

Resumo

O projeto de pesquisa proposto que segue para a Bolsa de Estágio de Pesquisa no Exterior - BEPE está dentro do contexto do meu projeto de doutorado, contemplado pela FAPESP. Como proposta, serão empregadas técnicas hifenadas, tais como cromatografia líquida acoplada a ambos ICP-MS e espectrometria de massas de alta resolução, como a tecnologia Orbitrap, para avaliar alguns complexos metálicos importantes (metalobiomoléculas), em que as suas abundâncias ou concentrações sejam encontradas como diferenciais, comparando folhas de soja transgênica (T) e não-transgênica (NT) cultivadas sob a presença de AgNP ou AgNO3. Além disso, esta especiação bioinorgânica também podem trazer informações adicionais com relação às vias bioquímicas envolvidas na desintoxicação Ag, uma vez que foram observados recentemente evidências sobre a absorção Ag por plantas de soja em nosso estudo. Além disso, o grupo da Profa. Szpunar tem uma vasta experiência com abordagem metalômica e sobre especiação bioinorgânica, empregando uma variedade de estratégias focadas em plataformas hifenadas, especialmente cromatografia multidimensional acoplada a ambos ICP-MS e espectrometria de massas de alta resolução para identificar tais metalobiomoléculas. Esta experiência, combinada com excelentes instalações, não é encontrada em centros de pesquisa brasileiros relativos a metalômica de plantas.Assim, esta proposta irá complementar meu projeto de pesquisa de doutorado desenvolvida no grupo de pesquisa Prof. Arruda no Brasil, conferindo uma informação adicional e complementar sobre plantas de soja T e NT cultivadas na presença de AgNP ou AgNO3. Além disso, a diversidade de conceitos de química analítica, combinados com nossa experiência, especialmente em relação à preparação de amostras para biomoléculas, também poderão ser aplicados para melhorar a separação, quantificação e identificação dos complexos metálicos.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.