Busca avançada
Ano de início
Entree

Flexibilizando um mercado flexível: os intermediários e seus Trabalhadores no Brasil. uma perspectiva comparada

Processo: 16/14500-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de outubro de 2016
Vigência (Término): 31 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Nadya Araujo Guimarães
Beneficiário:Nadya Araujo Guimarães
Anfitrião: Albert David Lehmann
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Cambridge, Inglaterra  
Vinculado ao auxílio:13/07616-7 - CEM - Centro de Estudos da Metrópole, AP.CEPID
Assunto(s):Mercado de trabalho   Sociologia do trabalho   Desigualdades   Brasil   Flexibilidade

Resumo

A estadia no Centre of Latin American Studies da Universidade de Cambridge almeja consolidar resultados de pesquisa, através do alcance de alguns alvos:1. Finalizar o manuscrito de um novo livro, "Flexibilizando um mercado flexível. Os intermediários e seus trabalhadores no Brasil" (título provisório) será o principal produto dessa estadia. Neste livro serão reunidos os resultados da pesquisa que tenho desenvolvido nos últimos anos com respeito às novas formas da relação de emprego no Brasil, vistas pelo prisma do mercado de intermediação de oportunidades ocupacionais. A estadia em Cambridge permitirá explorar duas outras conexões internacionais requeridas para a finalização do manuscrito. Em primeiro lugar, o trabalho no banco de dados da CIETT - Confederação Internacional das Agencias de Emprego e de Trabalho Temporário, com o que se poderá concluir um capitulo ainda pendente de comparação das tendências brasileiras com o movimento internacional desse segmento. Em segundo lugar, o trabalho nos arquivos da Organização Internacional do Trabalho, em Genebra, para compulsar as atas das reuniões que conduziram à alteração da Convenção 96 de junho de 1949, que banira os intermediadores privados de empregos (agencias de emprego e empresas de trabalho temporário); com isso se poderá construir a base empírica para o argumento do capitulo com o qual fechará o livro, explorando os elos entre mercado e moral, a partir da analise da contestação internacional a que estiveram sujeitos os atores nesse segmento do mercado de trabalho. Por outro lado, a finalização desse manuscrito será o ponto de partida para uma nova colaboração a ser encetada com colegas europeus no campo dos estudos da "sociologia do matching", uma vertente inovadora que se descortina no debate acadêmico da sociologia econômica contemporânea, capitaneada pelo Dr. Philippe Steiner, da Université de Paris-Sorbonne. Um workshop internacional para a montagem de uma rede internacional de pesquisas e publicação no tema está sendo articulado e, muito provavelmente, terá lugar em Cambridge, em janeiro de 2017.2.Redigir o relatório final do projeto "Mercado, politicas e oportunidades", para o Projeto CEPID-Centro de Estudos da Metrópole. Trata-se de um estudo do efeito das políticas afirmativas conduzidas em universidades de prestigio sobre as trajetórias laborais de egressos dessas instituições, cuja coleta de dados estará completa quando do período de estadia no exterior. O período na Universidade de Cambridge será proveitoso para o amadurecimento na analise dos dados na medida do interesse comum com o Dr. David Lehmann. Ademais, a estada na Inglaterra permitirá retomar o contato com os Drs. Kate Purcell e Peter Elias, parceiros no Institute for Employment Research da Universidade de Warwick, os quais também conduzem um painel longitudinal com egressos universitários ingleses, e com os quais reflexões comparativas já foram antes iniciadas, com financiamento do ESRC. (i)Avançar no estudo das formas e dilemas da mercantilização do trabalho de cuidado ("care"), numa perspectiva comparada, com vistas à produção de novos textos. Este é um tema que tenho desenvolvido em estreita parceria com pesquisadoras francesas (notadamente Helena Hirata), com eventos de repercussão já realizados na USP e dois livros recém veiculados ( na França e no Brasil) a respeito. A estadia em Cambridge poderá dar maior envergadura a esta reflexão, não apenas pela riqueza do acervo bibliográfico disponibilizado na Universidade, como pela possiblidade de trocas intelectuais no campo dos estudos das interseccionalidades entre gênero e raça no trabalho do cuidado notadamente com a Dra. Monica Moreno Figueroa, pesquisadora do CLAS e docente no Departamento de Sociologia de Cambridge.