Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfilagem de poços de petróleo: abordagem semi-automatizada como alternativa à classificação litológica na Bacia de Santos

Processo: 16/17124-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2016
Vigência (Término): 10 de setembro de 2017
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Minas - Pesquisa Mineral
Pesquisador responsável:Cleyton de Carvalho Carneiro
Beneficiário:Arthur Henrique Rodrigues Santos
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Litologia   Perfilagem geofísica   Propriedades físico-químicas   Análise visual   Bacia de Santos

Resumo

A Bacia de Santos tem recebido amplo destaque nos últimos anos, sobretudo pela descoberta de novos campos offshore e pelo amplo desenvolvimento exploratório na camada pré-sal. A otimização dos processos de exploração e produção de novos campos de petróleo exige estudos acerca das características litológicas dos reservatórios e unidades adjacentes. A perfilagem geofísica dos poços auxilia na compreensão estratigráfica de tais características, a partir de registros indiretos que refletem a composição físico-química dos materiais. Tradicionalmente, as interpretações destes perfis são elaboradas a partir de dois formatos: (I) análises visuais, tendo como base na observação de diferentes respostas dos registros nos perfis de poços; (II) redes neurais artificiais, utilizando o treinamento das redes a partir de informação a priori. Em ambos os formatos, as interpretações litológicas estão sujeitas a subjetividades, uma vez que estas dependem de métodos supervisionados. A técnica "Self-Organizing Maps" (SOM) é uma evolução das redes neurais artificiais, e consiste em ferramenta não-supervisionada de análise, visualização e classificação de dados n-dimensionais, tendo como base os princípios de quantização vetorial e medidas do vetor similaridade. O presente projeto busca desenvolver uma rotina lógica e sistemática de classificação de perfis de poços de petróleo a partir da técnica SOM, tendo em vista as interpretações de classes litológicas. Para isso, serão desenvolvidas análises visuais, supervisionadas e não-supervisionadas, as quais serão comparadas quanti- e qualitativamente. As análises serão desenvolvidas em colaboração com geólogos da Petrobras, Unidade de Operações de E&P da Bacia de Santos (UO-BS), e contarão com perfis de poços fornecidos pela ANP. A rotina gerada deverá auxiliar na interpretação de dados de perfis de poços, fundamentais à exploração e produção do petróleo.