Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de software para robôs de reabilitação

Processo: 17/11004-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de agosto de 2017
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica - Bioengenharia
Pesquisador responsável:Antonio Massato Makiyama
Beneficiário:Elinaldo Sousa da Silva
Empresa:Vivax Serviços Ltda
Vinculado ao auxílio:13/50784-8 - Pesquisa e desenvolvimento de robô para reabilitação neurológica dos membros superiores, AP.PIPE
Assunto(s):Acidente vascular cerebral   Robótica médica   Engenharia de reabilitação

Resumo

Este projeto visa a pesquisa e desenvolvimento de software para robôs de reabilitação e está divido em 2 partesa)Finalizar o desenvolvimento de software para a integração de sistemas robóticos.b)Finalizar a pesquisa e Desenvolvimento de software para Controlador de ImpedânciaO sistema robótico de reabilitação é composto por vários módulos de funcionamento, que precisam ser instalados e testados para a sua integração. O presente projeto visa o desenvolvimento de software para a integração e testes de funcionalidade de todos os módulos que compõe o robô. Além disso, pretende-se pesquisar e desenvolver um programa que será o controlador de impedância do sistema que modulará a forma como o robô reagirá a uma perturbação mecânica externa (de um paciente ou terapeuta) e assegure um comportamento programável e suave. O controle de impedância se refere ao uso de um sistema de controle (atuadores, sensores e processadores) para impor um comportamento desejado através de um canal de interação específico com o robô, neste caso, o contato do robô com a mão do paciente. Concebido no início dos anos 1980 [1], tem sido aplicado com sucesso em numerosas aplicações e em pesquisas na área de robótica, que envolvem a interação homem-máquina. Para robôs que interagem com o ser humano, a característica mais importante deste tipo de controlador é a sua estabilidade. Ele é extremamente robusto às perturbações causadas pelo contato físico [2]. A estabilidade da maioria dos controladores de robô é vulnerável ao entrar em contato com a dinâmica de objetos desconhecidos. De maneira diferente, o controlador de impedância quando da sua interação dinâmica com objetos altamente variáveis e mal caracterizados (pacientes de AVC) não desestabiliza, mesmo em contato acidental com outros pontos que não sejam a manopla do robô. Isto é essencial para a operação segura em um contexto clínico.Objetivos: Este projeto de pesquisa possui 2 objetivos*Finalizar a integração dos programas que compõe os sistemas robóticos*Finalizar o desenvolvimento de controlador de impedância para robô de reabilitação