Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do tratamento com minociclina sobre a ativação microglial em ratos submetidos a hipóxia mantida

Processo: 17/13720-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 15 de setembro de 2017
Vigência (Término): 14 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Benedito Honorio Machado
Beneficiário:Ludmila Lima Silveira
Supervisor no Exterior: Paul Martin Pilowsky
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Sydney, Austrália  
Vinculado à bolsa:14/11101-5 - A influência do processo inflamatório sobre a atividade dos neurônios do núcleo do trato solitário de ratos jovens submetidos à hipóxia mantida, BP.DD
Assunto(s):Anóxia   Microglia   Núcleo solitário

Resumo

Ratos submetidos à hipoxia mantida (HM - 24 h) apresentam aumento da transmissão sináptica excitatória nos neurônios do núcleo do trato solitário (NTS). A HM também está associada à inflamação no sistema nervoso central. Sabe-se que os mediadores inflamatórios podem atuar como neuromoduladores, facilitando a transmissão sináptica excitatória e alterando a excitabilidade dos neurônios. Portanto, o objetivo principal do nosso projeto é investigar se o processo inflamatório desencadeado pela HM está relacionado às mudanças na transmissão sináptica nos neurônios da região do NTS. Nossos estudos eletrofisiológicos anteriores mostraram que o tratamento com o anti-inflamatório Minociclina atenuou o aumento da transmissão sináptica excitatória em neurônios do NTS de ratos HM. Esses achados indicaram que o processo inflamatório induzido pela HM, participa dos mecanismos relacionados ao aumento da transmissão sináptica excitatória em neurônios do NTS. Sabe-se que o principal mecanismo pelo qual a Minociclina reduz a inflamação no sistema nervoso central é por inibição das células da microglia. As microglias são as células imunes residentes no sistema nervoso central (SNC) e são as principais desencadeadoras de inflamação nessa região. Portanto, o objetivo deste projeto BEPE é investigar os efeitos da HM e do tratamento com Minociclina na ativação de células da microglia na região do NTS. Nossa hipótese é que a hipoxia sustentada de curto prazo promove um aumento das microglias ativas na região do NTS, que seria relacionado ao aumento do processo inflamatório nesta região e que o tratamento com minociclina reduz a ativação dessas células.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LIMA-SILVEIRA, LUDMILA; ACCORSI-MENDONCA, DANIELA; BONAGAMBA, LENI G. H.; ALMADO, CARLOS EDUARDO L.; DA SILVA, MELINA P.; NEDOBOY, POLINA E.; PILOWSKY, PAUL M.; MACHADO, BENEDITO H. Enhancement of excitatory transmission in NTS neurons projecting to ventral medulla of rats exposed to sustained hypoxia is blunted by minocycline. JOURNAL OF PHYSIOLOGY-LONDON, v. 597, n. 11, p. 2903-2923, JUN 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.