Busca avançada
Ano de início
Entree

Comparação da amplitude dos movimentos da coluna cervical entre indivíduos com e sem dor no ombro: um estudo transversal

Processo: 17/08933-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2017
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Anamaria Siriani de Oliveira
Beneficiário:Jackeline Suzan Gentil Garcia dos Anjos
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Ombro   Pescoço   Dor   Amplitude de movimento articular   Ortopedia   Estudo comparativo

Resumo

A dor no ombro é uma queixa muito comum no meio clínico e, em geral, apresenta conjuntamente a diminuição da mobilidade articular. Assim como a queixa no ombro, as disfunções da coluna cervical também apresentam este sinal e sintoma. Alguns estudos comprovam a ligação funcional entre a coluna cervical e o ombro, porém não existe nenhum estudo mostrando se pacientes com dor no ombro têm alguma restrição do movimento da coluna cervical. Sendo assim, o objetivo do presente estudo será comparar os valores da amplitude dos movimentos da coluna cervical entre sujeitos com e sem dor no ombro. Para isso serão selecionados indivíduos de ambos os sexos com idade entre 35 e 65 anos. Os voluntários serão divididos em dois grupos, sendo um grupo com dor no ombro (GD) e o segundo sem dor no ombro, chamado grupo controle (GC). Será aplicada uma ficha de avaliação para caracterização dos sujeitos. O questionário índice e incapacidade de dor no ombro SPADI - BR será utilizado para verificar a funcionalidade do ombro. A amplitude de movimento (ADM) cervical será medida com o instrumento Cervical Range of Motion (CROM). Serão avaliados os movimentos de flexão, extensão, inclinação lateral à direita e à esquerda, rotação à direita e à esquerda, com orientações padronizadas e correções de movimentos compensatórios. Serão medidas três repetições de cada um dos movimentos cervicais. Será utilizado o teste estatístico ANOVA One-Way para comparação das ADMs dos movimentos da coluna cervical entre os dois grupos. A correlação de Pearson será utilizada para verificar a relação entre cada uma das ADMs da cervical com o índice de disfunção do ombro (escore total do SPADI). O nível de significância adotado será de pd0,05. Existe uma hipótese de que indivíduos com disfunção no ombro tenham alguma diminuição da ADM da coluna cervical e uma correlação de moderada a forte entre os valores da ADM e o índice de dor e incapacidade do ombro (escore total do SPADI). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)