Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da aplicação local do curcumin nanoparticulado sobre os tecidos periodontais

Processo: 17/19575-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2017
Vigência (Término): 30 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Pesquisador responsável:Morgana Rodrigues Guimarães Stabili
Beneficiário:Angelo Constantino Camilli
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças periodontais   Inflamação   Curcumina   Nanopartículas   Modelos animais de doenças

Resumo

Curcumin é um composto ativo extraído do rizoma da espécie Curcuma longa com múltiplas atividades biológicas. Relatos na literatura indicam seu potencial como adjuvante no tratamento de diferentes condições, como doenças inflamatórias intestinais, artrite reumatoide, câncer e diabetes. Este composto praticamente não apresenta toxicidade, o que torna seu uso ainda mais interessante para diferentes finalidades terapêuticas. Utilizando modelos in vivo de doença periodontal, demonstramos que sua administração oral inibe a produção de citocinas inflamatórias e a reabsorção óssea. No entanto, o curcumin apresenta algumas limitações em suas propriedades farmacológicas, como baixa biodisponibilidade e rápida metabolização, o que prejudica sua aplicação terapêutica. Nesse estudo, propomos avaliar o efeito da aplicação local do curcumin veiculado em nanopartículas sobre o reparo tecidual em modelo de doença periodontal experimentalmente induzida por ligadura em ratos. A hipótese principal desse projeto é que a aplicação tópica do curcumin nanoparticulado aumenta sua biodisponibilidade, potencializando seus efeitos biológicos e favorecendo o reparo tecidual. Essa hipótese será testada através de experimentos incluídos nos seguintes objetivos específicos: 1) Avaliar o potencial do curcumin nanoparticulado sobre o reparo ósseo utilizando a técnica de microtomografia computadorizada (µCT); 2) Determinar o efeito da aplicação local do curcumin nanoparticulado sobre o processo inflamatório e a deposição de fibras colágenas, através da análise estereométrica dos tecidos periodontais. (AU)