Busca avançada
Ano de início
Entree

Eficácia do pré-condicionamento isométrico na proteção contra diferentes magnitudes de dano muscular induzido pelo exercício

Processo: 17/14632-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Benedito Sérgio Denadai
Beneficiário:Renan Vieira Barreto
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Fisiologia do exercício   Força muscular   Isometria   Exercício físico

Resumo

O dano muscular (DM) ocorre após a realização de exercícios aos quais não se está habituado principalmente quando estes envolvem contrações excêntricas. Sabe-se que, manipulando variáveis do exercício excêntrico como carga, velocidade ou ângulo articular, é possível modular a magnitude do DM. Estudos demonstram atenuação de alguns sintomas de DM quando há realização prévia (2-4 dias) de contrações isométricas máximas. Entretanto, ainda não se sabe se o efeito protetor induzido por um protocolo de pré-condicionamento isométrico (PCI) seria o mesmo contra diferentes níveis de estresse aplicado à musculatura. Objetivo: Investigar se o mesmo protocolo de pré-condicionamento isométrico (PCI) atenuaria de maneira similar o DM induzido por duas sessões diferentes de exercício excêntrico máximo (MaxECC). Método: Participarão do estudo indivíduos destreinados, que serão distribuídos em quatro grupos (n=10): CON-L, ISO-L, CON-R e ISO-R. Os quatro grupos realizarão sessões de MaxECC com os flexores do cotovelo em velocidade lenta (CON-L e ISO-L) ou rápida (CON-R e ISO-R) e sintomas de dano muscular (pico de torque isocinético, dor muscular, espessura muscular e eco-intensidade de imagem ultrassonográfica da musculatura afetada) serão avaliados antes, imediatamente após e nos quatro dias subsequentes às mesmas. Os grupos ISO-L e ISO-R realizarão um protocolo de PCI (10 contrações isométricas máximas separadas por 45 segundos de recuperação) dois dias antes das sessões de MaxECC. Alterações ao longo do tempo e entre grupos serão analisadas por meio de ANOVA de dois caminhos (dados paramétricos) e testes de Friedman e Kruskal-Wallis (dados não paramétricos). Índices de proteção serão calculados a partir dos dados obtidos nas diferentes velocidades de MaxECC e comparados por meio de testes de Mann-Whitney. O nível de significância adotado será de z< 0,05. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BARRETO, RENAN VIEIRA; RABELLO DE LIMA, LEONARDO COELHO; GRECO, CAMILA COELHO; DENADAI, BENEDITO SERGIO. Protective Effect Conferred by Isometric Preconditioning Against Slow- and Fast-Velocity Eccentric Exercise-Induced Muscle Damage. FRONTIERS IN PHYSIOLOGY, v. 10, OCT 1 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.