Busca avançada
Ano de início
Entree

Padronização e validação do método SALLE/HILIC-MS/MS para a determinação de carbidopa, 3-O-metildopa, levodopa, benserazida, dopamina em amostras de plasma de pacientes Parkinsonianos

Processo: 17/26697-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Maria Eugênia Queiroz Nassur
Beneficiário:Lídia Miranda da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/02147-0 - Cromatografia líquida em uma gota e seu acoplamento com espectrometria de massas: estratégias instrumentais, desenvolvimento de materiais, automatização e aplicações analíticas, AP.TEM
Assunto(s):Doença de Parkinson   Processos de separação   Extração líquido-líquido   Benserazida   Levodopa   Dopamina   Carbidopa   Espectrometria de massas

Resumo

A Doença de Parkinson (DP) é caracterizada pela degeneração crônica e progressiva do sistema motor, apresentando como sintoma clássico o tremor nos membros superiores. Essa doença neurodegenerativa progressiva é causada pela degeneração dos neurônios dopaminérgicos do sistema nigroestriatal, afetando o sistema motor. O tratamento da DP tem sido realizado com levodopa (LD), fármaco capaz de melhorar de forma efetiva os sintomas da fase inicial desta síndrome. Esse fármaco é convertido à dopamina pela enzima dopamina descarboxilase, que está presente no sistema nervoso central e periférico. A LD quando associada aos inibidores da dopa descarboxilase periférica, como a carbidopa ou benserazida, aumenta a disponibilidade (LD) no sistema nervoso central e diminui os efeitos adversos da dopamina no sistema periférico. Na fase avançada desta síndrome são necessários ajustes das doses de LD e dos fármacos inibidores da dopamina-descarboxilase periférica, pois observa-se a degeneração das células nigroestriais. Neste projeto, o método de extração líquido-líquido assistida por Salting-out (SALLE) e cromatografia líquida com interação hidrofílica acoplada à espetrometria de massas em Tandem (HILIC-MS/MS) será padronizado e validado para a determinação de carbidopa, levodopa, dopamina, 3-O-metil-dopa e benserazida em amostras de plasma de pacientes com DP. As concentrações plasmáticas de levodopa, 3-O-metil-dopa, dos fármacos inibidores da dopamina-descarboxilase periférica (carbidopa e benserazida) e dopamina serão determinadas em pacientes com a doença de Parkinson em tratamento prolongado com a levodopa/carbidopa ou levodopa/benserazida com os sintomas de flutuações motoras (wearing-off) e discinesias. Este estudo auxiliará no ajuste das doses destes pacientes.