Busca avançada
Ano de início
Entree

Simulação de propriedades de refletância da superfície na Amazônia a partir de sensores em satélites

Processo: 18/03413-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Meteorologia
Pesquisador responsável:Alexandre Lima Correia
Beneficiário:Gabriel Farias Caccáos
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Sensoriamento remoto   Sensores   Transferência radiativa   Propriedades de superfície   Refletância total atenuada   Monitoramento climático   Bacia amazônica

Resumo

O presente plano de pesquisa tem por objetivo a simulação, com uso de um código de transferência radiativa, de medidas de radiância ascendente efetuadas por sensores em satélites, quando utilizados na observação da superfície florestada da Amazônia. O impacto que a superfície terrestre pode exercer sobre o clima é de grande relevância científica, uma vez que em média a superfície absorve cerca de 48,0% da energia solar e reflete cerca de 6,7% da radiação solar de volta ao espaço (Trenberth et al., 2009). Em uma área definida, as propriedades radiativas da superfície são definidas pelo uso energético da radiação solar e terrestre pelo ecossistema. O fluxo radiativo à superfície define também as condições de contorno para o início do processo de convecção, essencial para o ciclo hidrológico no planeta. Na Amazônia há ainda poucos estudos sobre como essas propriedades radiativas da superfície são inferidas por sensores em satélites. Cada sensor tem propriedades espectrais específicas, além de outras características físicas como resolução espacial e frequência de observação, definida pelo padrão orbital do satélite. Este projeto de pesquisa propõe a simulação das propriedades de refletância da superfície na Bacia Amazônica, observadas a partir de uma plataforma geoestacionária, que permite a avaliação dessas propriedades com alta resolução temporal durante o dia, a cada 30 minutos aproximadamente. As simulações serão elaboradas com o código computacional libRadTran, considerado atualmente uma ferramenta importante para pesquisas em radiação atmosférica. Os resultados a serem obtidos neste projeto contribuirão em esforços de quantificação do papel que a superfície terrestre exerce sobre os padrões radiativos observados do espaço, que são cruciais para a compreensão do sistema climático terrestre. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.