Busca avançada
Ano de início
Entree

Géis termoresponsivos a base de nanocelulose/Poli[oligo(etilenoglicol)metil éter metacrilato](POEGMA): preparação, reologia e aplicação em sistemas biomédicos

Processo: 17/12141-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2018
Vigência (Término): 30 de junho de 2020
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Nelson Eduardo Duran Caballero
Beneficiário:Marcos Mariano
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Biomateriais   Biomedicina   Hidrogéis   Nanocelulose

Resumo

Estudados desde meados da década de 80, géis termoresponsivos tem a capacidade de apresentar modificações em suas propriedades reológicas de acordo com a temperatura à qual são submetidos. Esta capacidade se deve à estrutura das cadeias poliméricas formadoras destes géis, que tendem a se contrair após determinadas faixas de temperatura (LCST), sendo capazes de apresentar um caráter anfifílico. Nos últimos anos, géis termoresponsivos preparados a partir de derivados do Polietilenoglicol (PEG), como o Poli[oligo(etilenoglicol)metil éter metacrilato] (POEGMA), tem ganhado espaço devido seu enorme potencial em aplicações biomédicas, uma vez que são biocompatíveis e podem apresentam LCST muito próximas a temperatura do corpo humano (i.e. 37oC). Entretanto, baixos valores de viscosidade e o alto custo destes materiais podem ser fatores limitantes na preparação de seus géis. Como opção, nanopartículas de celulose podem ser utilizadas como base para a preparação de hidrogéis de baixo custo que apresentam boas propriedades mecânicas e biocompatibilidade. Até o presente momento, não existem relatos de géis que aliem as boas propriedades mecânicas de nanofibras de celulose com a responsividade térmica do POEGMA. O projeto aqui desenvolvido busca contextualizar as pesquisas recentes desenvolvidas na área, esclarecer as potenciais aplicações biomédica destes materiais, propor rotas de preparação e caracterização dos mesmos, além de estudar sua aplicação como géis-termoresponsivos na liberação controlada da molécula de óxido nítrico (NO), que desempenha importante ação antimicrobiana e atua como no processo de regeneração tecidual.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.