Busca avançada
Ano de início
Entree

Elucidação dos efeitos de exsudatos de gramíneas forrageiras no ciclo do n e microbiota do solo

Processo: 18/09622-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 09 de setembro de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Ciro Antonio Rosolem
Beneficiário:Camila da Silva Grassmann
Supervisor no Exterior: Karl Ritz
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu, SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Nottingham, Sutton Bonington, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:16/25253-7 - Dinâmica do nitrogênio em um sistema de cultivo usando forrageiras como plantas de cobertura e milho em sucessão, BP.DD
Assunto(s):Microbiologia do solo   Gramíneas   Ciclo do nitrogênio   Nitrificação   Milho

Resumo

Espécies de gramíneas forrageiras podem afetar o funcionamento do ciclo do N no solo, especialmente nitrificação, e podem reduzir a disponibilidade de N para a cultura a ser cultivada em sucessão na mesma área. Têm sido demonstrado que a Urochloa ruziziensis pode prejudicar a absorção de N por plantas de milho cultivadas conjuntamente ou em sucessão, provavelmente por meio da modificação da dinâmica do N no solo e dos processos microbiológicos envolvidos. Têm sido demonstrado que as substâncias exsudadas por algumas espécies de Urochloa inibem a nitrificação biológica no solo sob certas circunstâncias. Para elucidar esses efeitos, exsudatos radiculares de U. ruziziensis, U. brizantha e Panicum maximum serão coletados e aplicados ao solo de maneira experimentalmente controlada. Respostas fenotípicas e genotípicas das comunidades microbianas associadas serão avaliadas por meio de PLFA, bem como os impactos de exsudatos na mineralização do N. Para determinar se tais efeitos são intrinsecamente afetados pela presença de outra espécie, o milho e U. ruziziensis serão cultivados em novos sistemas que controlam a natureza e a extensão das interações inter-espécies raiz-a-raiz. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Integração entre lavoura e gado aumenta rentabilidade e diminui emissões 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.