Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão de genes envolvidos com o remodelamento cardiovascular no pré e pós-operatório da cirurgia bariátrica

Processo: 18/04288-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2018
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição
Pesquisador responsável:Dorotéia Rossi Silva Souza
Beneficiário:Karen Francislaine Cássia
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Cirurgia bariátrica   Metaloproteinases   Obesidade   Expressão gênica

Resumo

Introdução: A obesidade é uma condição multifatorial, considerada um dos problemas mais graves de saúde pública atual e está envolvida no aumento do risco de desenvolvimento de doenças crônicas, principalmente as cardiovasculares. Os indivíduos com obesidade geralmente apresentam evidências de remodelamento cardíaco, definido como o conjunto de variações moleculares, celulares e intersticiais cardíacas, em resposta a determinada agressão. As metaloproteinases de matriz (MMP) e o inibidor de tecido de metaloproteinases (TIMP) contribuem para o remodelamento tecidual em vários estados fisiológicos e patológicos, sendo o equilíbrio entre eles essencial para o remodelamento da matriz extracelular nos tecidos. Neste contexto, destacam-se o gene da MMP-2, uma vez que está significativamente envolvido na remodelação cardiovascular, e seu inibidor TIMP-2. Ainda, alguns fatores exógenos, como significante perda de peso, podem modificar a expressão desses genes. Nesse contexto, um dos tratamentos indicados para os casos de obesidade grave é a cirurgia bariátrica, sendo a derivação gástrica em Y de Roux a mais utilizada, considerada uma estratégia fundamental para a redução de peso e, assim, melhora na remodelação cardíaca. Objetivo: Avaliar a expressão dos genes MMP-2 e TIMP-2 em mulheres no pré e pós-operatório de cirurgia bariátrica e a associação desses genes com parâmetros de composição corporal e antropometria. Casuística e Métodos: As pacientes foram selecionadas em um hospital universitário e divididas em dois grupos: Grupo 1, contendo 30 mulheres com obesidade grau III no pré-operatório da cirurgia bariátrica (G1A) e as mesmas 30 mulheres seis meses após o procedimento cirúrgico (G1B). Grupo 2, contendo 10 mulheres eutróficas, como grupo controle. Coleta de sangue periférico para extração de RNA, dados antropométricos e de composição corporal já foram realizados. As amostras biológicas serão submetidas a uma RT-qPCR, para avaliar os níveis de expressão dos genes MMP2 e TIMP2. Para análise estatística serão utilizados os testes Shapiro-Wilk, ANOVA com post hoc de Tukey ou Kruskal-Wallis e teste t. Será admitido nível de significância para p<0,05, sendo todas as análises realizadas no software Statistical Package for Social Science (SPSS versão 17.0 [Inc. Chicago. IL]).Palavras-chave: Obesidade, expressão gênica, metaloproteinases, cirurgia bariátrica, remodelamento cardíaco