Busca avançada
Ano de início
Entree

A influência do histórico de dissolução do maciço e das condições climáticas atuais sobre a composição de espécies de plantas vasculares no carste no Brasil

Processo: 18/09379-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2018
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica
Pesquisador responsável:Julio Antonio Lombardi
Beneficiário:Pablo Hendrigo Alves de Melo
Supervisor no Exterior: Alexandre Kenneth Monro
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Local de pesquisa : Royal Botanic Gardens, Kew, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:15/13112-7 - Biogeografia dè florestas estacionais deciduais sôbre afloramentos calcários Èm diferentes biomas brasileiros, BP.DR
Assunto(s):Limestone   Biogeografia   Calcário

Resumo

Os afloramentos de rocha carbonática cársticos cobrem 2,8% da superfície terrestre do Brasil e ocorrem em todos os biomas. São áreas insulares que possuem grande interesse biogeográfico, principalmente devido à influência das flutuações climáticas históricas na fragmentação e expansão da Floresta Estacional Decidual no Neotrópico. Os afloramentos cársticos são também uma importante fonte de aquíferos e, portanto, de importância estratégica para a produção de água e cimento. As paisagens cársticas podem ser classificadas em dois tipos de modelados de dissolução, que podem ou não ser cobertos pelo solo. Um manto de intemperismo é formado sob condições climáticas úmidas e é removido pela erosão mecânica das fases semi-áridas. Esta pesquisa busca gerar a base de dados florísticos necessários para conhecer a composição de espécies de plantas vasculares no carste no Brasil; e também avaliar como a composição de espécies em afloramentos de rochas carbonáticas no Brasil é influenciada pelo histórico de dissolução do maciço cárstico e condições climáticas atuais. Para isso, direcionaremos busca por registro de espécies no herbário Kew e em bancos dados digitais por meio de palavras chave. Além disso, utilizaremos os dados de revisão da literatura e os resultados do levantamento florístico da tese de doutorado do candidato. Os registros das ocorrências dos espécimes serão limpos e verificados. Para os dados ambientais, classificaremos todo o território brasileiro de acordo com o histórico de dissolução do maciço cárstico e as condições climáticas atuais. A estrutura espacial será uma grade com células de 0,5 grau. Cada célula será classificada de acordo com o histórico de dissolução do maciço cárstico e as condições atuais de precipitação total, temperatura média e duração da estação seca. A composição florística será obtida pela relação das diferentes espécies que ocorreram dentro de cada célula da grade. Para entender a similaridade das células de acordo com a composição de espécies, iremos utilizar dois métodos de análise de cluster. Para verificar a relação entre a composição de espécies e as histórias de dissolução e condições climáticas atuais, usaremos modelos lineares. Finalmente, a correlação entre as variáveis será verificada usando um teste de Pearson. Através dos resultados, espera-se avaliar como a composição de espécies em afloramentos de rochas carbonáticas no Brasil é influenciada pelo histórico de dissolução do maciço cárstico e condições climáticas atuais; Com isso, será possível subsidiar o entendimento dos processos de controle da distribuição da cobertura dos tipos de vegetação na região Neotropical.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CAMARA-LERET, RODRIGO; FRODIN, DAVID G.; ADEMA, FRITS; ANDERSON, CHRISTIANE; APPELHANS, MARC S.; ARGENT, GEORGE; GUERRERO, SUSANA ARIAS; ASHTON, PETER; BAKER, WILLIAM J.; BARFOD, ANDERS S.; BARRINGTON, DAVID; BOROSOVA, RENATA; BRAMLEY, GEMMA L. C.; BRIGGS, MARIE; BUERKI, SVEN; CAHEN, DANIEL; CALLMANDER, MARTIN W.; CHEEK, MARTIN; CHEN, CHENG-WEI; CONN, BARRY J.; COODE, MARK J. E.; DARBYSHIRE, IAIN; DAWSON, SALLY; DRANSFIELD, JOHN; DRINKELL, CLARE; DUYFJES, BRIGITTA; EBIHARA, ATSUSHI; EZEDIN, ZACKY; FU, LONG-FEI; GIDEON, OSIA; GIRMANSYAH, DEDEN; GOVAERTS, RAFAEL; FORTUNE-HOPKINS, HELEN; HASSEMER, GUSTAVO; HAY, ALISTAIR; HEATUBUN, CHARLIE D.; HIND, D. J. NICHOLAS; HOCH, PETER; HOMOT, PETER; HOVENKAMP, PETER; HUGHES, MARK; JEBB, MATTHEW; JENNINGS, LAURA; JIMBO, TIBERIUS; KESSLER, MICHAEL; KIEW, RUTH; KNAPP, SANDRA; LAMEI, PENNIEL; LEHNERT, MARCUS; LEWIS, GWILYM P.; LINDER, HANS PETER; LINDSAY, STUART; LOW, YEE WEN; LUCAS, EVE; MANCERA, JEFFREY P.; MONRO, ALEXANDRE K.; MOORE, ALISON; MIDDLETON, DAVID J.; NAGAMASU, HIDETOSHI; NEWMAN, MARK F.; LUGHADHA, EIMEAR NIC; MELO, PABLO H. A.; OHLSEN, DANIEL J.; PANNELL, CAROLINE M.; PARRIS, BARBARA; PEARCE, LAURA; PENNEYS, DARIN S.; PERRIE, LEON R.; PETOE, PETER; POULSEN, AXEL DALBERG; PRANCE, GHILLEAN T.; QUAKENBUSH, J. PETER; RAES, NIELS; RODDA, MICHELE; ROGERS, ZACHARY S.; SCHUITEMAN, ANDRE; SCHWARTSBURD, PEDRO; SCOTLAND, ROBERT W.; SIMMONS, MARK P.; SIMPSON, DAVID A.; STEVENS, PETER; SUNDUE, MICHAEL; TESTO, WESTON; TRIAS-BLASI, ANNA; TURNER, IAN; UTTERIDGE, TIMOTHY; WALSINGHAM, LESLEY; WEBBER, BRUCE L.; WEI, RAN; WEIBLEN, GEORGE D.; WEIGEND, MAXIMILIAN; WESTON, PETER; DE WILDE, WILLEM; WILKIE, PETER; WILMOT-DEAR, CHRISTINE M.; WILSON, HANNAH P.; WOOD, I, JOHN R.; ZHANG, LI-BING; VAN WELZEN, PETER C. New Guinea has the world's richest island flora. Nature, v. 584, n. 7822 AUG 2020. Citações Web of Science: 1.
BYSTRIAKOVA, NADIA; ALVES DE MELO, PABLO HENDRIGO; MOAT, JUSTIN; LUGHADHA, EIMEAR NIC; MONRO, ALEXANDRE K. A Preliminary Evaluation of The Karst Flora of Brazil Using Collections Data. SCIENTIFIC REPORTS, v. 9, NOV 19 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.