Busca avançada
Ano de início
Entree

Um modelo de truncamento para a estrela Be alpha col

Processo: 18/13285-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 22 de outubro de 2018
Vigência (Término): 21 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia - Astrofísica Estelar
Pesquisador responsável:Alex Cavaliéri Carciofi
Beneficiário:Amanda Caveagna Rubio
Supervisor no Exterior: Carol Evelyn Jones
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Western University , Canadá  
Vinculado à bolsa:17/08001-7 - A busca pelas companheiras binárias invisíveis de estrelas Be, BP.MS
Assunto(s):Estrelas Be   Estrelas binárias   Discos circunstelares   Transferência radiativa

Resumo

Estrelas Be são estrelas de alta rotação com tipo espectral B que, pelo misterioso fenômeno Be, ejetam massa, formando um disco equatorial Kepleriano viscoso ao seu redor. Quando uma estrela Be estão em um sistema binário suficientemente próximo, a presença da companheira pode perturbar o disco da Be. Isso inclui a formação de ondas de densidade, estruturas de braços e, em sua forma mais brutal, truncamento do disco. Apesar da companheira ser difícil de observar, o truncamento pode ser detectado na SED da estrela Be, pois provoca um aumento no declive do espectro em comprimentos de oda da ordem de centímetros (SED turndown). Essa característica foi observada em 8 de 8 estrelas Be analisadas, sendo uma delas alpha Col, cujo truncamento foi descoberto durante o meu trabalho de mestrado. O objetivo desse projeto é modelar o truncamento de alpha Col usando um código SPH, visando definir sua estrutura e os parâmetros orbitais do sistema. É válido notar que essa será a primeira vez que a SED de uma estrela Be é modelada usando simulações hidrodinâmicas de SPH. Assim, esse estudo representará um grande avanço no nosso entendimento da física por trás do truncamento e vai confirmar estudos da SED no radio como meio de detecção indireto de binárias em estrelas Be, melhorando as estatísticas de binaridade nesse grupo. Esse trabalho vai contribuir para um dos grandes problemas no estudo de Be, que é a importância da binaridade para estrelas B adquirirem rotação e se tornarem Be. (AU)