Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das propriedades físicas e estruturais na região das bacias do Pantanal, Paraná e Chaco-Paraná a partir da inversão conjunta de dados gravimétricos e de ondas de superfície

Processo: 18/19562-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geofísica
Pesquisador responsável:Yára Regina Marangoni
Beneficiário:Denise Silva de Moura
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/24215-6 - As bacias do Pantanal, Chaco e Paraná (PCPB): evolução e estrutura sísmica da crosta e manto superior, AP.TEM
Assunto(s):Gravimetria   Sismologia   Bacias sedimentares   Pantanal   Paraná

Resumo

Dados gravimétricos e sismológicos serão utilizados para derivar modelos 3D de densidade e velocidade de ondas S para a região das bacias do Pantanal, Paraná e Chaco-Paraná através da inversão conjunta desses dois tipos de dados geofísicos. Primeiramente, combinaremos dados de satélites (GOCE) com dados terrestres recém-coletados na região do Paraguai para aumentar a resolução do modelo gravimétrico. Os efeitos da topografia, sedimentos e variação da topografia da Moho sobre o campo gravitacional serão removidos para se isolar as anomalias de densidade da crosta e do manto superior. Dados de ondas de superfície serão processados para determinação de curvas de grupo para ondas Rayleigh e Love, para cada par fonte-receptor, a partir de sismogramas registrados pela Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) e do arranjo temporário de estações XC. Inicialmente, modelos de densidade e de velocidade serão obtidos de forma independente. Em seguida, será realizada a inversão conjunta de dados gravimétricos residuais e das curvas de dispersão de ondas Rayleigh e Love. Para integrar os dados no esquema de inversão conjunta, nós testaremos relações empíricas sugeridas na literatura. Os modelos obtidos serão comparados para avaliarmos a consistência dos resultados. Assim, esperamos contribuir com novos modelos de propriedades física da crosta e do manto superior que ajudem a fornecer novos vínculos sobre o atual estado térmico e composicional dessas três bacias para entendermos a evolução geodinâmica delas, com destaque para a bacia do Pantanal, ainda pouco conhecida. Esse trabalho contribuirá com o projeto temático das três bacias (FAPESP-2013/24215-6). (AU)