Busca avançada
Ano de início
Entree

Filogenia, biogeografia e evolução de caracteres dos gêneros Melocactus link & Otto e Discocactus Pfeiff (Cactaceae)

Processo: 19/11233-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de novembro de 2019
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Pesquisador responsável:Evandro Marsola de Moraes
Beneficiário:Milena Cardoso Telhe
Instituição-sede: Centro de Ciências Humanas e Biológicas (CCHB). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Sorocaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/03428-5 - Dimensions US-BIOTA-Sao Paulo: características preditoras da diversificação adaptativa na Diagonal Seca Brasileira, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Filogenia   Biogeografia   Cactaceae   Caatinga   Cerrado   Aprendizado computacional

Resumo

Apesar de bastante conhecida devido a sua riqueza de espécies, uma questão ainda pouco discutida é o papel dos intercâmbios bióticos para a manutenção da diversidade na região Neotropical. Eventos de intercâmbios de biota entre habitats distintos foram identificados em grande número nas regiões Neotropicais, indicando um papel fundamental para o estabelecimento das biotas regionais. No entanto, estudos envolvendo o papel dos intercâmbios bióticos sobre as alterações nas taxas de diversificação são escassos na região Neotropical, sobretudo entre ambientes secos e abertos nessa região. Estudos recentes identificaram eventos de dispersão e estabelecimento de linhagens conectando os biomas Caatinga, Cerrado e Chaco, que compõe a Diagonal Seca da América do Sul. Embora algumas hipóteses foram propostas para explicar o favorecimento e as consequências evolutivas da conexão entre esses biomas, poucos estudos foram dedicados a testá-las. Com isso, mais estudos são necessários para melhor compreender a dispersão e conexão entre os biomas da Diagonal Seca da América do Sul. O presente projeto tem como objetivo investigar eventos biogeográficos e demográficos dos gêneros Melocactus e Discocactus, com foco na Caatinga e no Cerrado, contribuindo para o entendimento dos eventos que impulsionaram a diversificação na Diagonal Seca Brasileira. Para tanto, serão obtidas inúmeras regiões ortólogas utilizando o método de captura de sequência. Essas sequências serão utilizadas para realizar inferências filogenéticas, biogeográficas e de diversificação. Os resultados obtidos nessas análises serão empregados, juntamente com variáveis bióticas e abióticas, para verificar a associação dessas varáveis com a alteração nas taxas de diversificação dentro dos clados utilizando o método de aprendizagem de máquina. (AU)