Busca avançada
Ano de início
Entree

Isolamento, caracterização e sequenciamento genético de estirpes de Coxiella burnetii do Brasil

Processo: 19/05300-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2020
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Jane Megid
Beneficiário:Mateus de Souza Ribeiro Mioni
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças transmissíveis   Técnicas de genotipagem   Análise de sequência de DNA   Coxiella burnetii   Febre Q   Saúde pública   Reação em cadeia da polimerase em tempo real   Brasil

Resumo

Coxiella burnetii é o agente causador da Febre Q, uma enfermidade zoonótica de distribuição mundial e que, devido às características da bactéria, pode causar surtos epidêmicos de longa duração com grande número de infectados. A situação epidemiológica da Febre Q é pouco conhecida no Brasil, contudo, casos humanos da enfermidade foram descritos nos Estados da Bahia, de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. Ademais, a detecção da bactéria em animais silvestres e de produção foi também relatada e evidenciada por nosso grupo a caracterização de novos genótipos. Com o exposto, o presente trabalho tem como objetivo principal o isolamento e sequenciamento completo do genoma de estirpes de C. burnetii circulantes no Brasil que podem auxiliar no entendimento da enfermidade clínica e no desenvolvimento de vacinas e testes diagnósticos brasileiros e como objetivos secundários (1) realizar a detecção quantitativa de C. burnetii por PCR em tempo real em amostras de suabe vaginal coletados no período de pós-parto de animais oriundos de rebanhos com problemas reprodutivos; (2) consequentemente, avaliar a ocorrência de C. burnetii nas diversas regiões amostradas do Brasil (Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Norte/Nordeste); (3) identificar, através da genotipagem das amostras positivas na qPCR, os diferentes genótipos circulantes no território nacional; (4) isolar C. burnetii a partir de amostras clínicas, passo que poderá auxiliar em futuros estudos de virulência; (5) realizar o sequenciamento completo do genoma e comparar com o das diferentes estirpes de C. burnetii já publicados na literatura internacional, visando uma análise do potencial de virulência. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RIBEIRO MIONI, MATEUS DE SOUZA; COSTA, FRANCISCO BORGES; DEVIDE RIBEIRO, BRUNA LETICIA; REIS TEIXEIRA, WANDERSON SIRLEY; PELICIA, VANESSA CRISTINA; LABRUNA, MARCELO BAHIA; ROUSSET, ELODIE; SIDI-BOUMEDINE, KARIM; THIERY, RICHARD; MEGID, JANE. Coxiella burnetii in slaughterhouses in Brazil: A public health concern. PLoS One, v. 15, n. 10 OCT 30 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.