Busca avançada
Ano de início
Entree

Divulgação do Laboratório de Estudos do estresse (LABEEST) - UNICAMP

Processo: 19/19023-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Jornalismo Científico
Vigência (Início): 01 de outubro de 2019
Vigência (Término): 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Medicina Preventiva
Pesquisador responsável:Dora Maria Grassi-Kassisse
Beneficiário:Paula Gomes
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Coordenadoria de Centros e Núcleos Disciplinares (COCEN). Núcleo de Desenvolvimento da Criatividade (NUDECRI), Brasil  
Assunto(s):Estresse   Hidrocortisona   Biologia

Resumo

O brasileiro tem um interesse elevado em assuntos relacionados a ciência, foi a conclusão da pesquisa do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE) encomendada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) em 2019 . No entanto, 88% dos entrevistados não conseguiram informar o nome de nenhuma instituição científica do país. Já 90% deles não conhecem o nome de nenhum cientista brasileiro. O interesse dos brasileiros por assuntos relacionados à ciência permanece, portanto, no campo da potencialidade. Tal fenômeno possui múltiplas causas, entre elas, a deficiência em transmitir as informações científicas de maneira acessível e atraente para um público amplo. Seria preciso que pesquisadores e jornalistas incorporassem, de maneira crítica, as novas possibilidades estético-narrativas disponíveis atualmente nos ambientes online e digital, como a linguagem das redes sociais, de repositórios de vídeo como o youtube, entre outros, a fim de atingir uma gama mais ampla de público, que hoje consome informações não apenas pelos meios tradicionais, como jornais e revistas. O estabelecimento de pontes entre a sociedade e a ciência é um desafio constante, que não pode ser imputado apenas ao pesquisador, cujas demandas profissionais muitas vezes o obrigam a afastar-se momentaneamente dos espaços públicos. O jornalismo, portanto, exerce papel fundamental na manutenção destas pontes. O professor Carlos Vogt acredita que a divulgação da ciência não possui apenas o objetivo pontual de transmitir determinados conhecimentos científicos para a população em geral, e sim o de formar uma sociedade que faça, ame e incentive a ciência diariamente (VOGT, 2011: 13). Buscando fomentar o engajamento social na produção científica, propusemos esse projeto que visa atuar junto aos pesquisadores, docentes e alunos do Laboratório de Estudos do Estresse (LABEEST) do Instituto de Biologia Unicamp, para desenvolver uma estratégia coordenada de divulgação científica. O laboratório desenvolve pesquisas de significativa relevância cientifica e social, analisando o nível de estresse de diferentes grupos sociais, como vestibulandos, esportistas, profissionais da saúde, entre outros. O projeto consiste na criação de uma iniciativa jornalística multiplataforma para estabelecer uma ponte entre os pesquisadores e alunos do Instituto e a sociedade em geral, modulando a linguagem para melhor atender as particularidades discursivas dessas plataformas. A iniciativa se chamará EstresseTalks e prevê a produção de conteúdo em texto, audiovisual e infografia, que será veiculado em canais próprios nas redes sociais Twitter, Facebook e Instagram e no Youtube. Além disso, o projeto prevê a produção de conteúdo relativo aos estudos do LABEEST que deverá ser veiculado em plataformas mantidas pelo Laboratório de Jornalismo (LabJor) da Unicamp, instituição na qual a proponente cursa a Especialização em Divulgação Científica e onde será realizado o estágio supervisionado. As principais plataformas jornalísticas do LabJor as quais a proponente irá atuar e colaborar são a Revista ComCiência e a rádio Oxigênio. Os resultados que a iniciativa busca atingir são: (1) criar e consolidar canais de diálogo entre os pesquisadores e a sociedade dentro de plataformas de conteúdo digital online e (2) auxiliar na formação de uma cultura de comunicação com o público em geral junto aos integrantes do laboratório.