Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização química, hidrólise e obtenção de biocombustíveis e ácidos húmicos a partir de resíduo solido urbano

Processo: 19/24970-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2020
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Pedro de Oliva Neto
Beneficiário:Fabíola Ribeiro de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Assunto(s):Biocombustíveis   Fontes renováveis de energia   Fermentação   Hidrólise   Biomassa   Transesterificação   Resíduos urbanos   Ácido húmico

Resumo

O crescente desperdício alimentício e seu descarte inapropriado resulta em sérios problemas ambientais, devido à sua toxicidade ao solo e à agua. Desta forma, novas tecnologias para o uso dos resíduos sólidos urbanos (RSU) podem reduzir seu impacto para a natureza. Existe também, um grande interesse pelo desenvolvimento de combustíveis oriundos de fontes renováveis, visando menores impactos ambientais do que os, amplamente utilizados, combustíveis fósseis. À vista disso, sabe-se que a biomassa proveniente dos RSU representa um grande potencial como fonte para produção de biocombustíveis e biomoléculas. Assim sendo, o presente trabalho tem por objetivo a produção de etanol, biodiesel e ácidos húmicos a partir da porção orgânica contida nos RSU. A tecnologia proposta está em conformidade com o conceito de biorrefinaria, e consiste na produção de etanol através de hidrólise enzimática, utilizando glicoamilases produzidas por R. oligosporus em cultivo em estado sólido, seguida de fermentação alcoólica por Saccharomyces cerevisiae. Na sequência, a parcela lipídica será submetida a um processo de transesterificação química com o objetivo de produzir biodiesel. Ademais, da fração fibrosa, não hidrolisada, será realizada a extração alcalina da xilana, cujo processo também origina os denominados ácidos húmicos, insumos que favorecem a qualidade dos solos. (AU)