Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência de membranas de PCL incorporadas com biovidro 58S dopado com zinco e cobre na osteogênese: estudo in vitro

Processo: 19/25744-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2020
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Luana Marotta Reis de Vasconcellos
Beneficiário:Marina Santos Fernandes
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Osteogênese   Farmacologia   Biomateriais   Biovidro   Indicadores biológicos   Técnicas in vitro   Citotoxicidade   Colorimetria   Microscopia eletrônica de varredura

Resumo

Devido à alta demanda por biomateriais que auxiliem no reparo ósseo, faz-se necessário o desenvolvimento de novas tecnologias para contribuir na reparação de problemas relacionados a estrutura óssea e melhora da qualidade de vida da população. O objetivo neste estudo será avaliar a influência das membranas de PCL incorporadas com biovidro 58S, dopado com zinco (Zn) e cobre (Cu), produzidas poreletrofiação, na atividade e diferenciação de células mesenquimais obtidas de fêmures de ratos. Após isolamento celular e a confluência das células, será realizado o plaqueamento celular com densidade de 2x104 por poço, os quais receberão previamente os biomaterais que serão divididos em diferentes grupos: a)grupo P: células mesenquimais plaqueadas com PCL, b) grupo PB: células mesenquimais plaqueadas com o compósito de PCL/Biovidro, c) grupo PBC: células mesenquimais plaqueadas com o compósito de PCL/Biovidro dopado com Cu, d)grupo PBZ: células mesenquimais plaqueadas com o compósito de PCL/Biovidrodopado com Zn. Haverá também o grupo C: controle celular - células mesenquimais plaqueadas sem biomaterial, Todos esses grupos serão analisados complaqueamento em meio de cultura suplementado e meio de cultura osteogênico. Anteriormente a etapa in vitro, a morfologia do biomaterial será analisada por microscopia eletrônica de varredura (MEV). Posteriormente serão realizados os testes biológicos de citotoxicidade, por teste colorimétrico de MTT, avaliação do conteúdo de proteína total, atividade da fosfatas e alcalina e formação de nódulos demineralização. Os dados serão estatisticamente analisados, inicialmente por meio do teste de normalidade visando a aplicação do teste estatístico adequado. O nível de significância adotado será o valor convencional de 5%.