Busca avançada
Ano de início
Entree

Desempenho e parâmetros hematológicos de novilhas Nelore em sistema de integração pecuária floresta

Processo: 20/05592-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2020
Vigência (Término): 30 de setembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Pesquisador responsável:Cristiana Andrighetto
Beneficiário:Juliana Moura Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Tecnológicas. Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Dracena. Dracena , SP, Brasil
Assunto(s):Bovinocultura de corte   Sustentabilidade   Agrossilvicultura   Bromatologia   Sistemas de produção integrados   Conforto térmico   Produtividade   Delineamento experimental

Resumo

A produção brasileira de carne tem grande importância no cenário mundial, em virtude, do país ser um dos maiores produtores e o maior exportador, nesse contexto, cresce a demanda pela busca de novas tecnologias e estratégias para o aumento da produtividade aliado com a sustentabilidade. Os sistemas integrados de produção agropecuária são uma alternativa viável para a produção de carne com sustentabilidade. O sistema de integração pecuária floresta é uma modalidade dos sistemas integrados de produção agropecuária, que por meio da implementação de técnicas de produção integram animais e plantas forrageiras com o componente arbóreo no mesmo local. O sombreamento das árvores, melhora as condições térmicas, proporcionando melhor conforto térmico aos animais, que pode afetar a produtividade do rebanho. O objetivo do projeto será avaliar o desempenho, variáveis microclimáticas, índice de conforto térmico e parâmetros hematológicos de novilhas Nelore em sistema convencional (sem árvores) e sistema de integração pecuária floresta (446 árvores ha-1). O experimento será conduzido Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, Andradina/SP. Serão utilizadas 32 novilhas Nelore (16 por tratamento), com idade média 12 meses e peso vivo de aproximadamente 180kg, em delineamento experimental em blocos ao acaso com dois tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos serão: Tratamento 1: Pasto convencional, sem o componente arbóreo; Tratamento 2: Integração pecuária floresta, com eucalipto plantados em linhas triplas (446 árvores ha-1). Serão realizadas as seguintes avaliações: mensuração de massa seca de forragem, análise bromatológica da forragem, desempenho animal, temperatura, umidade relativa, ITU (Índice Temperatura e Umidade), hemograma, proteína total, albumina e globulina. Os dados serão analisados utilizando o programa R. (AU)