Busca avançada
Ano de início
Entree

Fatores clínicos e psicológicos associados com o prejuízo da imagem corporal nos pacientes com doença inflamatória intestinal

Processo: 20/00049-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2020
Vigência (Término): 31 de julho de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Ligia Yukie Sassaki
Beneficiário:Clara Miracco Urbinati
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Gastroenterologia   Doenças inflamatórias intestinais   Doença de Crohn   Proctocolite   Autoimagem   Imagem corporal   Entrevista   Estudos transversais

Resumo

As Doenças Inflamatórias Intestinais (DII) - Doença de Crohn (DC) e Retocolite Ulcerativa (RCU) ¬- são condições crônicas e idiopáticas cujos sintomas incluem diarreia, dor abdominal, perda de peso e incontinência. Podem comprometer a qualidade de vida de seus portadores e podem apresentar impacto negativo na imagem corporal. A imagem corporal é o conceito que cada pessoa tem de sua própria aparência física e à sua percepção de como os outros o veem. A imagem corporal tem uma grande influência sobre as interações sociais e relacionamentos, e indivíduos com uma imagem corporal negativa podem experimentar sentimentos de vergonha e ansiedade sobre a sua aparência física, além de sintomas depressivos, problemas sexuais e baixa autoestima. Objetivos: avaliar o impacto da doença na imagem corporal dos pacientes com DII e avaliar os fatores clínicos e psicológicos associados com o prejuízo da imagem corporal nos pacientes com DII. Metodologia: Será realizado um estudo transversal com entrevista de pacientes ambulatoriais e os dados serão comparados com o grupo controle. Serão selecionados pacientes com DII constituindo uma amostra de 100 pacientes. Serão selecionadas pessoas saudáveis de mesma faixa etária e gênero para o grupo controle. Dados como idade, sexo, tempo de doença e hábitos de vida como tabagismo serão analisados. A DC será avaliada pela Classificação de Montreal e sua atividade pelo Índice de atividade da doença de Crohn (CDAI); a RCU será avaliada quanto a extensão e atividade pelo Escore de Mayo. A imagem corporal será avaliada pela Escala de Imagem Corporal (BIS). A qualidade de vida será avaliada através do questionário SF-36. A presença de sintomas ansiosos e depressivos será avaliada pela Escala de Ansiedade e Depressão (HADS). A autoestima será avaliada através da Escala de autoestima de Rosemberg. Análise Estatística: descritiva e testes de associação.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa: