Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo clínico comparativo, prospectivo e randomizado da enxertia sinusal dos maxilares com osso autógeno e o biomaterial Cerabone®: análise volumétrica

Processo: 20/10057-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2020
Vigência (Término): 31 de agosto de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Cirurgia Buco-maxilo-facial
Pesquisador responsável:Eduardo Hochuli Vieira
Beneficiário:Bárbara Lima Morais
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Traumatologia   Cirurgia bucomaxilofacial   Transplante autólogo   Implantes osseointegrados   Seio maxilar   Processo alveolar   Visualização volumétrica   Tomografia computadorizada de feixe cônico   Estudo clínico   Estudo comparativo

Resumo

O aspecto bucal é uma questão de cunho significativo na vida pessoal dos indivíduos, uma vez que afeta diretamente a autoestima e a qualidade de vida da população, principalmente quando relacionado à perda dentária precoce. Inteirado a esta, estão como soluções para a reabilitação oral o uso de próteses e a instalação de implantes dentais. No entanto, a instalação dos implantes dentários osseointegrados é muitas vezes impossibilitada pela reabsorção do processo alveolar em região posterior da maxila, uma vez que é necessária quantidade e qualidade óssea adequada. Nestes casos, uma alternativa para a reconstrução óssea é o acesso ao seio maxilar pela elevação da membrana sinusal utilizando enxertos para preencher a cavidade criada, sendo o osso autógeno considerado o "padrão-ouro". Porém, seu uso também apresenta desvantagens e limitações. Sendo assim, diversos estudos foram desenvolvidos a fim de produzir substitutos ósseos que possuam propriedades biomecânicas apropriadas e sejam capazes de suprir as necessidades esperadas em reconstruções ósseas. Desta forma, este estudo tem como objetivo avaliar por meio da análise volumétrica obtida por tomografia computadorizada de feixe cônico (TCFC) o comportamento do biomaterial Cerabone®, e discorrer sobre suas propriedades de neoformação e reabsorção óssea, além de sua eficácia para utilização nas enxertias humanas em comparação ao osso autógeno.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)