Busca avançada
Ano de início
Entree

Gentrificação verde: explorando conceitos e métodos em um diálogo Norte e Sul

Processo: 21/11490-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2022
Vigência (Término): 30 de abril de 2022
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Planejamento Urbano e Regional - Fundamentos do Planejamento Urbano e Regional
Pesquisador responsável:Pedro Henrique Campello Torres
Beneficiário:Luiza Fernandes Tamas
Supervisor no Exterior: Isabelle Michele Sophie Anguelovski
Instituição-sede: Instituto de Energia e Ambiente (IEE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: Universitat Autònoma de Barcelona (UAB), Espanha  
Vinculado à bolsa:21/02561-6 - Gentrificação verde: contribuição para um debate no campo do planejamento urbano, BP.IC
Assunto(s):Direito ambiental   Gentrificação   Qualidade ambiental   Planejamento territorial urbano

Resumo

O fenômeno da gentrificação verde, analisado por Gould e Lewis (2016) incorpora a dimensão da Justiça Ambiental ao demonstrar que a implantação de infraestruturas que melhorem a qualidade ambiental de uma área podem também excluir antigos residentes e impossibilitar sua permanência no local, pelo aumento de preços e valorização imobiliária (TORRES et al., 2019). No Norte Global, o campo de estudo sobre esse processo já está mais desenvolvido do que no Brasil, apesar de todas as potencialidades e especificidades apresentadas pelo país para pesquisas nessa área. Tal fato estimulou a proposição do projeto "Gentrificação Verde: contribuição para um debate no campo do planejamento urbano", que se volta a um caso de estudo específico, o Elevado Presidente João Goulart, em São Paulo. É neste contexto que o estágio de pesquisa no exterior, no "Barcelona Laboratorio sobre Justicia y Sostenibilidad Ambiental Urbana" (BCNUEJ) se mostra importante, como ferramenta para analisar um caso brasileiro, considerando as contribuições que a experiência com pesquisadores especializados na área e referências para o projeto, e que o contato com casos exemplares de gentrificação verde podem oferecer. Por isso, durante o estágio, pretende-se a participação em discussões com especialistas, visita a lugares já considerados participantes de processos de gentrificação verde e continuidade da revisão da literatura. Tais vivências certamente contribuirão para a evolução desse campo de estudos no Brasil, permitindo associações entre os contextos brasileiro e de Barcelona, com a identificação de similaridades e diferenças. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)