Busca avançada
Ano de início
Entree

Deleção multiplex de proteínas secretadas em Aspergillus oryzae: um secretoma mínimo

Processo: 23/12218-2
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2023
Vigência (Término): 31 de outubro de 2025
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Bioquímica de Microorganismos
Pesquisador responsável:André Ricardo de Lima Damasio
Beneficiário:Lana Ohara Souza Silva
Instituição Sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:22/05731-2 - BEYOND: estabelecendo uma fábrica celular fúngica para produção de proteínas recombinantes, AP.TEM
Assunto(s):Fungos filamentosos   Proteínas recombinantes   Resposta a proteínas não dobradas
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Fábricas celulares fúngicas | Fungos filamentosos | Proteinas recombinantes | Resposta a proteínas não dobradas | Respostra a estresse do retículo endoplasmático | Microbial cell factories

Resumo

Fungos filamentosos, como Aspergillus sp e Trichoderma sp, são capazes de produzir e secretar diversas enzimas, sendo, portanto, considerados as principais fábricas celulares na produção de enzimas industriais. Apesar de A. oryzae ser utilizado como fábrica celular, a produção eficiente de proteínas recombinantes nessa espécie ainda enfrenta desafios, como transcrição, tradução, dobramento de proteínas, modificações pós-traducionais, transporte e secreção que tem limitado os títulos de produção. Sabe-se que a superprodução de proteínas recombinantes em cepas de Aspergillus desencadeia a resposta de proteínas não dobradas (UPR), através da ação do fator de transcrição HacA que induz os genes alvos dessa resposta, como também leva à indução de um mecanismo chamado repressão sobre estresse de secreção (RESS), que atenua a sobrecarga do retículo endoplasmático, promovendo a homeostase celular. Análises proteômicas de cepas recombinantes de A. nidulans revela o enriquecimento de diversos processos biológicos incluindo vias de energia, metabolismo de aminoácidos, síntese de proteínas, estresse oxidativo e estresse do retículo endoplasmático. E diversos estudos ômicos com A. oryzae relacionados à resposta ao estresse e ao processamento de proteínas no retículo endoplasmático indicam genes diferencialmente expressos que são comuns a esses processos. Essas informações são de suma importância e devem ser levadas em consideração no processo de otimização da produção de proteínas recombinantes em fungos filamentosos, como A. oryzae.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)