Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento da forma em pó de CLNs com Levofloxacina por meio de técnicas avançadas de processamento

Processo: 23/08201-7
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 31 de maio de 2024
Vigência (Término): 30 de agosto de 2024
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Laura de Oliveira Nascimento
Beneficiário:Samira Elisa Alves Geraldo
Supervisor: Hugh David Charles Smyth
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Texas at Austin (UT), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:22/05047-4 - Estudo da influência dos tensoativos de nanopartículas lipídicas nas propriedades físico-químicas, antimicrobianas e de interação celular, BP.IC
Assunto(s):Sistemas de liberação de medicamentos
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:drug delivery | drying process | Levofloxacin | Processo de secagem

Resumo

A administração pulmonar de medicamentos pode beneficiar a terapia local para doenças pulmonares, promovendo alta concentração do medicamento no local e rápido início de ação. No tratamento de infecções bacterianas, a Levofloxacina (LV, fluoroquinolona) destaca-se como um agente de amplo espectro e eficaz para infecções do trato respiratório, além de possuir aprovação para administração pulmonar pela União Europeia e pelo Canadá. No entanto, a administração pulmonar apresenta desafios: mecanismos de defesa endógenos, grande área de superfície que contribui para a distribuição sistêmica de medicamentos e efeito do tamanho de partículas. Estudos com nanopartículas de LV para administração de medicamentos apresentam resultados satisfatórios, sendo o Carreador lipídico nanoestruturado (CLN) uma opção promissora para a entrega. CLN é um sistema de administração de medicamentos coloidal que pode aumentar a penetração de muco, oferecer liberação prolongada do medicamento e direcionamento do fármaco. O CLN foi desenvolvido anteriormente no projeto FAPESP nº 2018/03666-3, apresentando alta eficiência de encapsulação e bons parâmetros físico-químicos, porém é suscetível à oxidação da LV na forma de suspensão. Formas farmacêuticas em pó são preferidas no desenvolvimento de formulações farmacêuticas devido à boa estabilidade, menor volume, conveniência na administração e evitam a necessidade de armazenamento refrigerado. Portanto, o projeto a seguir propõe o desenvolvimento da forma em pó de CLN com LV por meio de técnicas avançadas de processamento (Thin film freeze drying e Spray freeze drying), avaliando parâmetros de partículas (potencial zeta, tamanho e morfologia do PDI), características do pó e parâmetros relacionados ao fármaco (quantificação de LV e eficiência de encapsulação).

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)