Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise de sequências do gene mitocondrial citocromo b em treze espécies de morcegos pertencentes às famílias Molossidae, Phyllostomidae, Vespertilionidae e Emballonuridae de Chiroptera- Mammalia

Processo: 08/08254-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2009
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Eliana Morielle Versute
Beneficiário:Fábio Luiz de Jesus Leme
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Genética molecular   Genes   Análise molecular   Chiroptera

Resumo

O Brasil contribui com 14% da biota mundial, abrigando também a maior diversidade de mamíferos entre os quais se encontram os Chiroptera, com 167 espécies, representantes de 64 gêneros, pertencentes a nove famílias, das quais, seis ocorrem somente no Novo Mundo. Os estudos taxonômicos têm sido realizados utilizando-se principalmente caracteres morfológicos. As classificações originadas a partir destes estudos apresentam ainda incongruências, principalmente para grupos megadiversos como a família Molossidae, Phyllostomidae e Vespertilionidae. Toda a diversidade que caracteriza os morcegos tem sido problemática para taxonomistas, que vêm tentando reconstruir as relações filogenéticas de Chiroptera. Diante destes aspectos propomos no presente trabalho a obtenção e caracterização de sequências a partir do gene nuclear citocromo b de 13 espécies de morcegos pertencentes às famílias Molossidae, Phyllostomidae, Vespertilionidae e Emballonuridae levando-se em conta o potencial discriminativo da variabilidade gênica por meio de análise microgenômica comparativa fornecendo desta maneira subsídios para as interpretações taxonômicas e filogenéticas para as quatro famílias estudadas.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.