Busca avançada
Ano de início
Entree

Polimorfismo do gene "cell Death-inducing DNA fragmentation factor alpha-like effector a" (Cidea) V115F (G>T) e alterações metabólicas em crianças e adolescentes obesas

Processo: 09/03225-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2009
Vigência (Término): 30 de novembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Sandra Mara Ferreira Villares
Beneficiário:Simone Magalhães Diniz
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Polimorfismo genético   Crianças e adolescentes   Obesidade   Endocrinologia

Resumo

O tecido adiposo apresenta um papel crítico no armazenamento e metabolismo dos lipídeos. No adipócito o estoque de energia na forma de triglicerídeos (TAG) ocorre em compartimentos designado de "gotas de gordura" que é fundamental para o seu armazenamento. Este eficiente seqüestro de no adipócito também teria um papel de prevenir o fluxo de gordura que poderia contribuir para a sua sobrecarga no tecido muscular e fígado (gordura ectópica). Muitos genes estão associados à superfície da gota de gordura, dentre estes a família do "Cell death-inducing DNA fragmentation factors" (CIDE). Estes genes regulam a biogênese, maturação e a regulação de estoque de TAG nestas organelas e influenciam a habilidade dos adipócitos em captar lipídios, sob ação do receptor ativador de peroxissoma ³ (PPAR³). Foi descrito que a expressão do gene "Cell death-inducing DNA fragmentation factor alpha-like effector A" (CIDEA) em amostras do tecido adiposo de indivíduos magros e obesos apresentava correlação inversa com a resistência à insulina (RI). Também se observou um aumento dessa expressão e melhora da sensibilidade à insulina em indivíduos obesos, após a perda de peso com a cirurgia bariátrica. Portando a expressão do gene CIDEA ou modificações desta definem um novo mecanismo de regulação do depósito de TAG no adipócito e na sensibilidade à insulina dos músculos esqueléticos. Dados recentes suportam estas hipóteses que, falência neste mecanismo de regulação resultaria em depósito ectópico de gordura, IR e as comorbidades da obesidade.O objetivo desta pesquisa será avaliar a freqüência do polimorfismo V115F (G>T) do gene CIDEA em crianças e adolescentes obesos e associá-lo às variáveis antropométricas e complicações metabólicas.