Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação de genes que quando expressos em alto número de cópias interagem geneticamente com a mutação deltauvsb atr de Aspergillus nidulans

Processo: 06/57034-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2006
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Gustavo Henrique Goldman
Beneficiário:Patrícia Alves de Castro Silva
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Aspergillus nidulans   Expressão gênica   Dano ao DNA   Reparo do DNA   Mutação

Resumo

A resposta ao dano ao DNA é um mecanismo protetor que assegura a manutenção da integridade genômica durante a reprodução celular; ela consiste de extensivos sistemas de reparo que tratam diretamente do dano ao DNA ou atuam no sistema de vigilância, conhecido como "checkpoints", os quais interrompem ou atrasam o ciclo celular. Dentre os componentes celulares envolvidos com o reparo do dano ao DNA destacam-se as proteínas quinases ATR ("Atm and Rad3 related") e a ATM Kinase ("Ataxia-telangiectasia mutated"), que são membros da família PI 3-Kinase. A ATR tem um papel essencial na manutenção da integridade genômica e viabilidade da célula. Essa quinase é ativada em resposta a danos no DNA e inicia um ponto de checagem por uma cascata de sinalização pela fosforilação de um número de substratos posteriores. Enquanto que a ATM atua predominantemente na resposta a quebra de dupla fita do DNA induzida por radiação ionizante, a ATR atua primariamente em resposta a outras formas de dano ao DNA, incluindo agentes que interferem com a função da forquilha de replicação, tais como a hidroxiuréia, a luz ultravioleta e o MMS. Esse estudo visa identificar e caracterizar molecularmente genes que quando expressos em alto número de cópias suprimem a sensibilidade da mutação AuvsB ATR de Aspergillus nidulans a agentes genotóxicos e também aqueles que causam problemas de crescimento nesse mutante. Assim espera-se obter maiores informações acerca das vias metabólicas em que uvsBATR está atuando por meio. (AU)