Busca avançada
Ano de início
Entree

Validade e reprodutibilidade do teste do degrau de chester em pacientes com doenca pulmonar obstrutiva cronica.

Processo: 08/58098-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Simone Dal Corso
Beneficiário:Anderson Alves de Camargo
Instituição-sede: Universidade Nove de Julho (UNINOVE). Campus Vila Maria. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Capacidade funcional   Doença pulmonar obstrutiva crônica

Resumo

A determinação da capacidade funcional tem sido considerada um aspecto fundamental na avaliação de pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) especialmente utilizando-se testes simples e representativos das atividades de vida diária. Sendo assim, o teste do degrau de Chester (TDC) parece ser vantajoso comparado aos demais testes de avaliação da capacidade funcional, devido a sua fácil aplicabilidade, baixo custo e ao mínimo espaço físico para sua realização. O objetivo deste estudo é analisar a reprodutibilidade TDC em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica e, secundariamente, correlacionar o desempenho do teste com a função pulmonar, estresse cardíaco (FC no pico do exercício), troca gasosa (saturação periférica de oxigênio) e com a escala de Borg. Serão selecionados pacientes com diagnóstico de DPOC (VEF1 < 70%), estáveis clinicamente e normoxêmicos no repouso. Serão excluídos pacientes doenças cardíacas associadas e doenças osteoarticulares que limitem a execução do teste. Após selecionado, o paciente realizará a espirometria pré e pós-broncodilatador e o primeiro TDC. Após 24 horas, o paciente realizará o segundo TDC. Esse estudo torna-se relevante, pois o TDC mostrando-se reprodutível em pacientes com DPOC pode constituir-se numa nova ferramenta para avaliar respostas ao exercício e a intervenções, com a vantagem de ser um teste simples, necessitar mínimo espaço físico e ser livre de custos. (AU)