Busca avançada
Ano de início
Entree

Purificação e caracterização estrutural e eletrofisiológica de neurotoxinas presentes na fração VII-VIII da peçonha de Tityus serrulatus

Processo: 09/14421-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2010
Vigência (Término): 31 de outubro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise Toxicológica
Pesquisador responsável:Eliane Candiani Arantes Braga
Beneficiário:Veridiana Leite Pansiera
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:05/54855-0 - Toxinas animais: estrutura, função e aplicações biotecnológicas, AP.TEM
Assunto(s):Eletrofisiologia   Neurotoxinas   Escorpiões   Tityus   Canais iônicos

Resumo

Os escorpiões são artrópodes pertencentes à classe Arachnida e ordem Scorpionida. A espécie Tityus serrulatus é um exemplar da família Buthidae e figura em primeiro lugar na lista de acidentes escorpiônicos no Brasil, sendo responsável pela maioria dos acidentes fatais. Atualmente, têm se intensificado os estudos com peçonhas de escorpião pelo fato de serem consideradas boas fontes de neurotoxinas, as quais podem ser usadas como ferramentas para o estudo de canais iônicos e fenômenos neuroexcitáveis. Toxinas isoladas de animais peçonhentos têm potencial para uso experimental no entendimento das doenças mediadas por fenômenos neuroexcitáveis como a epilepsia, a doença de Alzheimer, entre outras. A obtenção e caracterização de toxinas biologicamente ativas podem, inclusive, ser a etapa inicial para o desenvolvimento de novos medicamentos. A elucidação dos mecanismos de ação das toxinas da peçonha de escorpião pode levar também a um tratamento clínico mais eficiente do envenenamento. Estudos preliminares realizados em nosso laboratório demonstram que a fração VII-VIII da cromatografia em CM-celulose-52 da peçonha de Tityus serrulatus é altamente tóxica, indicando ser constituída por neurotoxinas com ação sobre canais para sódio. Os componentes desta fração ainda não foram estudados, portanto, o presente trabalho tem como objetivo isolar neurotoxinas presente na fração VII-VIII e caracterizá-las estruturalmente (peso molecular, ponto isoelétrico e sequência em aminoácidos) e funcionalmente por meio de ensaios de eletrofisiologia, utilizando células que expressam canais para sódio sensíveis à voltagem, utilizando a técnica de Patch Clamp. (AU)