Busca avançada
Ano de início
Entree

Obtenção e caracterização de anticorpos monoclonais para antígenos de cisticercos (Taenia solium e Taenia crassiceps)

Processo: 97/02682-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 1997
Vigência (Término): 30 de novembro de 1999
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Adelaide José Vaz
Beneficiário:Noeli Maria Espindola
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil

Resumo

O complexo teníase-cisticercose representa importante problema de Saúde Pública em nosso país. A neurocisticercose humana, forma mais grave da infecção, é causada pela presença da forma larvária da Taenia solium, Cysticercus cellulosae, no sistema nervoso central a complexidade antigênica do parasita e as interações imunológicas do hospedeiro tomam a doença interessante modelo de estudo. Estudos de detecção de antígenos em líquido cefalorraquiano (LCR) de pacientes com neurocisticercose podem contribuir para melhor elucidação dos mecanismos de evasão parasitária durante a fase assintomática da infecção. Por outro lado, os métodos imunológicos de detecção de anticorpos em LCR são considerados de excelente ajuda ao diagnóstico. No entanto, a obtenção de antígenos a partir do suíno com a infecção natural, além das dificuldades que apresenta, não garante homogeneidade ou quantidades adequadas para a qualidade dos lotes produzidos. A possibilidade de estudos de fonte alternativa de antígenos (heterólogos) surge a partir das observações de reatividade cruzada entre os cestodas, como a larva da Taenia crassiceps, Cysticercus longicollis, de reprodução assexuada por brotamentos da vesícula em peritônio de camundongos. Os parasitas, C. cellulosae e C. longicollis, partilham antígenos imunodominantes que podem ser empregados em testes imunológicos. A manutenção desse modelo em laboratório vem facilitar os estudos, possibilitando maior disponibilidade e homogeneidade dos lotes de antígenos. A obtenção de anticorpos monoclonais específicos para os antígenos de reatividade cruzada no modelo experimental Cysticercus longicollis-camundongo é o objetivo deste projeto. Os anticorpos monoclonais obtidos serão empregados em estudos subseqüentes de detecção de antígenos circulantes na infecção humana, caracterização e purificação de frações antigênicas específicas a partir de extrato brutos de parasitas heterólogos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NOELI M. ESPÍNDOLA; ELIZABETH N. DE GASPARI; PAULO M. NAKAMURA; ADELAIDE J. VAZ. Production of monoclonal antibodies anti-Taenia crassiceps cysticerci with cross-reactivity with Taenia solium antigens. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, v. 42, n. 3, p. -, Jun. 2000.
DE GASPARI‚ EN; NAKAMURA‚ PM; VAZ‚ AJ; OTHERS. Cross-reactivity of anti-Taenia crassiceps cysticerci immune antibodies with Taenia solium antigens. Veterinary Parasitology, v. 89, n. 4, p. 321-326, 2000.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.