Busca avançada
Ano de início
Entree

Supressão de sinal de solvente em RMN de alta resolução com técnica de estado estacionário

Processo: 02/05409-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2002
Vigência (Término): 21 de maio de 2006
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Luiz Alberto Colnago
Beneficiário:Tiago Venancio
Instituição-sede: Embrapa Instrumentação Agropecuária. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Brasil). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Ressonância magnética nuclear   Estado fundamental

Resumo

A supressão de sinais de solvente em ressonância magnética nuclear (RMN) tem longa história e e uma necessidade para experimentos realizados em solventes com isótopos do mesmo tipo a ser observado. Como o soivenie esia sempre em uma concentração muito maior que o soluto, o seu sinal domina o espectro de RMN. No caso de RMN de 1H de moléculas orgânicas se minimiza o problema com o uso de solventes deuterados, que são muito caros. No entanto, em muitos experimentos de 1H, envolvendo biomoléculas ou análises "in vivo", não é viável ou possível usar solventes deuterados. Há dezenas de métodos de supressão de sinais de solvente propostos na literatura e todos esses métodos têm vantagens e desvantagens, dependendo do tipo de experimento que se está realizando. Recentemente começamos a investigar o uso de RMN no estado estacionário para análise química quantitativa, e de fluxo, em espectrômetros de bancada (benchtop), que normalmente são de baixo campo. Também observamos, em testes preliminares, que a técnica de estado estacionário pode ser usada para suprimir sinais em espectrômetros de RMN de alta resolução. Assim, o objetivo desse trabalho será avaliar o método de RMN no estado estacionário na supressão de sinais de solvente, principalmente para amostras biológicas "in vivo" e experimentos "in vivo". Esse plano de trabalho está relacionado ao projeto FAPESP-01/00887-8 ("Desenvolvimento de Novas Aplicações de RMN no estado estacionário"). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)