Busca avançada
Ano de início
Entree

Preparação de filmes de óxido de nióbio dopados com morfologia e microestrutura controladas

Processo: 97/02951-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 1997
Vigência (Término): 31 de dezembro de 1998
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Ernesto Chaves Pereira de Souza
Beneficiário:Adriane Viana do Rosário
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Dopagem eletrônica   Filmes finos   Óxido de nióbio   Método Pechini   Eletrocromismo

Resumo

Os principais objetivos do projeto são a preparação e a investigação dos efeitos de dopantes nas propriedades eletroquímicas e eletrocrômicas de pentóxido de nióbio. Os diferentes filmes de óxido serão preparados pelo método de Pechini, o qual possibilita a obtenção de materiais com baixo nível de dopagem homogêneo. Serão investigados os efeitos dos seguintes agentes dopantes: Ce4+, Ti4+, Sn e Zr4+. Serão ainda preparados filmes com a adição de Li2CO3 na preparação da resina com o objetivo de compreender o efeito da presença de pequenas quantidades do íons intercalante na microestrutura do filme de óxido. Todos os dopantes estudados podem alterar a densidade eletrônica e microestrutura dos filmes de óxidos preparados. Além dos dopantes serão preparados filmes sob diferentes razão de ácido cítrico e etileno glicol, razão entre o ácido cítrico e a concentração de precursor de nióbio, taxa de aquecimento, temperatura final de calcinação, atmosfera do forno e diferentes números de camadas depositadas. Os filmes obtidos serão caracterizados quanto a sua morfologia e microestrutura utilizando-se a difração de raios X e a Microscopia Eletrônica de Varredura, respectivamente. O processo de calcinação será acompanhada por análise termogravimétrica e calorimetria diferencial de varredura. Finalmente as propriedades eletroquímicas e eletrocrômicas serão acompanhadas por medidas de voltametria cíclica, cronoamperometria, cronopotenciometria, espectroscopia de impedância e medidas de transmitância na região do visível. (AU)