Busca avançada
Ano de início
Entree


Contribuição dos impactos na saúde bucal e de variáveis sociodemográficas e clínicas na qualidade de vida relacionada à saúde

Texto completo
Autor(es):
Miriane Lucindo Zucoloto
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho " Faculdade de Odontotologia de Araraquara
Data de defesa:
Membros da banca:
Sergio Sualdini Nogueira; Paulo Nadanovsky
Orientador: Juliana Alvares Duarte Bonini Campos
Resumo

Objetivos: Avaliar as propriedades psicométricas dos instrumentos Oral Health Impact Profile (OHIP) e sua versão reduzida (OHIP-14), Inventário Multidimensional de Dor (MPI) e Short Form Health Survey (SF-36) quando aplicados a pacientes odontológicos e avaliar a contribuição dos impactos na saúde bucal e de variáveis sociodemográficas e clínicas na qualidade de vida relacionada à saúde. Métodos: Participaram 1.203 pacientes adultos, com média de idade de 43,4 (DP=14,7) anos, sendo 71,7% do gênero feminino, que buscaram atendimento junto às diferentes clínicas da Faculdade de Odontologia de Araraquara/UNESP nos períodos de setembro de 2012 a abril de 2013. As variáveis sociodemográficas e clínicas coletadas foram gênero, idade, nível econômico, presença e local da dor, doença crônica preexistente, condição dentária, uso de prótese dentária e o tipo. A avaliação das propriedades psicométricas dos instrumentos foi realizada por meio de Análise Fatorial Confirmatória (AFC) utilizando-se como índices de qualidade do ajustamento 2/gl, CFI, TLI, GFI, PGFI e RMSEA. A validade convergente foi estimada a partir do cálculo da Variância Extraída Média (VEM) e da Confiabilidade Composta (CC) e a Consistência interna pelo Coeficiente alfa de Cronbach padronizado (). A estabilidade (invariância fatorial) dos modelos foi testada em amostras independentes por meio de análise multigrupos (Δ2). Para a avaliação da contribuição dos impactos na saúde bucal e de variáveis sociodemográficas e clínicas na qualidade de vida relacionada à saúde, os dados foram incluídos em um modelo de equações estruturais, no qual o fator “Saúde” foi considerado como o construto central. O modelo preditivo foi avaliado baseando-se na significância estatística das trajetórias causais (), avaliada pelo teste z, considerando-se um nível de significância de 5%. Resultados: Para o OHIP observou-se melhor... (AU)

Processo FAPESP: 12/01590-3 - Contribuição dos impactos na saúde bucal e de variáveis sociodemográficas e clínicas na qualidade de vida relacionada à saúde
Beneficiário:Miriane Lucindo Zucoloto
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado