Busca avançada
Ano de início
Entree


Repercusões a longo prazo do padrão alimentar ocidental ocorrido durante a gestação, lactação e fase juvenil na susceptibilidade ao desenvolvimento de câncer do cólon em ratos

Texto completo
Autor(es):
Gisele Aparecida Dionísio Lopes
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Medicina.
Data de defesa:
Membros da banca:
Carla Adriene da Silva Franchi; Fernando Silva Ramalho; Juliana Elaine Perobelli; Luis Antonio Justilin Junior
Orientador: Maria Aparecida Marchesan Rodrigues; Luís Fernando Barbisan
Resumo

Investigamos as repercussões do padrão alimentar ocidental, rico em gordura, (óleo de milho) (20%) e pobre em micronutrientes [ácido fólico (1 mg/g), colina (0,12%) e fibra (2%)], ocorrido durante a gestação, lactação e puberdade na susceptibilidade ao desenvolvimento de câncer do cólon induzido pela 1,2-dimetilhidrazina (DMH) no rato. Avaliamos se a reintrodução da dieta Ocidental durante a vida adulta em animais previamente expostos à dieta Ocidental durante a vida intrauterina, lactação e puberdade, pode modificar a susceptibilidade à oncogênese do cólon pela DMH. Ratas fêmeas SD prenhes receberam dieta semi-purificada controle (AIN-93) ou do tipo Ocidental (WD - Western Style Diet) a partir do dia gestacional 12 (DG 12). Após o desmame (dia 21), a prole de machos permaneceu com o mesmo tipo de dieta de suas mães até o dia pós-natal 50 (DPN 50). Nesse momento, receberam quatro injeções subcutâneas de DMH (40mg/kg) e foram divididos nos seguintes grupos/dietas: Grupo I (AIN-93/DMH/AIN-93) recebeu dieta controle durante todo o experimento (DG 12- DPN 370), o Grupo II (AIN-93/DMH/Ocidental) recebeu dieta Ocidental somente na vida adulta, a partir do DPN 260, Grupo III (Ocidental/DMH/AIN-93) recebeu dieta Ocidental desde a vida intrauterina até o início da puberdade (DG 12 - DPN 50), e o Grupo IV (Ocidental/DMH/Ocidental) recebeu dieta Ocidental desde a vida intrauterina até o início da puberdade (DG 12 - DPN 50), e foi reintroduzido à dieta Ocidental na vida adulta (DPN 260). Todos os animais foram eutanasiados ao final da 50ª semana de experimento (DPN 370). O cólon foi removido e submetido à análise estereoscópica e histológica para determinar o número, distribuição e multiplicidade dos focos de criptas aberrantes (FCAs). As características das lesões neoplásicas e os níveis séricos de insulina e leptina foram analisados à necropsia. A exposição à dieta Ocidental durante a gestação, ... (AU)

Processo FAPESP: 10/18827-0 - Repercussões a longo prazo do padrão alimentar ocidental ocorrido durante a gestação, lactação e fase juvenil na susceptibilidade ao desenvolvimento de câncer do cólon em ratos
Beneficiário:Gisele Aparecida Dionísio Lopes
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado