Busca avançada
Ano de início
Entree


Avaliação da liberação sustentada de fármaco e nanopartícula utilizando membranas de látex natural como carreador

Texto completo
Autor(es):
Bruno de Camargo Drago
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Química.
Data de defesa:
Membros da banca:
Antonio Carlos Guastaldi; Ricardo José de Mendonça
Orientador: Rondinelli Donizetti Herculano
Resumo

A liberação controlada de fármacos é um tópico importante para várias iniciativas em nanotecnologia, como por exemplo, a criação de sistemas otimizados que garantam a liberação desses fármacos num sítio específico a uma taxa controlada, para o tratamento de determinadas doenças. Além dos fármacos, nanopartículas de ouro podem ser utilizadas no auxílio a diagnósticos e na terapêutica de afecções. Diante disso, objetivou-se neste projeto de pesquisa: incorporar fármaco e nanopartículas de ouro em membranas de látex natural; avaliar a interação do mesmo nessas membranas; e analisar a taxa de liberação controlada desses sistemas. Para tanto, foram confeccionadas membranas de látex, com o fármaco metronidazol e nanopartícula de ouro, formando o Sistema de Liberação Controlada (SLC). A taxa de liberação deste nanocomplexo constituído de fármaco/nanopartículas foi monitorada e quantificada utilizando o método de espectroscopia óptica (UV-VIS) e observamos que a liberação do complexo (NpAu + fármaco) obedece a uma função y(t) = y0 +A1e-t/τ1 + A2e-t/τ2. Análises de infra-vermelho (FTIR) mostraram que não houve interação entre o metronidazol e o látex naturalcos. Já análises de difração de raio-X (DRX) mostraram que a cristalinidade é preservada quando incorporados à membrana. À partir da análise via Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV), foi possivel observar que o metronidazol estava presente na superfície da membrana de látex e, através da avaliação da resistência mecânica, constatamos que a houve um acréscimo desta propriedade, o que corrobora para que o este material seja considerado uma ótima alternativa como um sistema de liberação controlada. (AU)

Processo FAPESP: 12/12958-1 - Avaliação da liberação controlada de fármaco e nanopartícula utilizando membranas de látex natural como carreador
Beneficiário:Bruno de Camargo Drago
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado