Busca avançada
Ano de início
Entree


Avaliação de modelos empíricos para determinação da taxa de passagem de caprinos em crescimento

Texto completo
Autor(es):
Thiago Francisco Ventoso Bompadre
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias.
Data de defesa:
Membros da banca:
José Gilson Louzada Regadas Filho; Carla Joice Härter
Orientador: Izabelle Auxiliadora Molina de Almeida Teixeira; Rafael Fernandes Leite; Normand R. St-Pierre
Resumo

A taxa de passagem (kp) está associada a uma série de fatores interligados como por exemplo a ingestão, digestão e aproveitamento do alimento. O rúmen e o retículo são os principais segmentos do trato gastrintestinal para a digestão da fibra. Levando em consideração a importância da kp na nutrição de ruminantes, alguns estudos vêm concentrando seus esforços em equacioná-la. Na literatura existem diversos modelos para predição da kp em ruminantes, mas poucos modelos geram predições para caprinos. Nesse sentido o presente estudo visa avaliar modelos para estimativa da kp ruminal de caprinos. O banco de dados utilizado para avaliar os modelos da literatura provem de dois estudos com caprinos em crescimento entre 15 e 45 kg de peso corporal, totalizando 102 animais com consumo à vontade. Foi utilizada a metodologia de evacuação ruminal em animais abatidos e os marcadores considerados para as medidas de kp foram o itérbio (marcador externo de fase sólida) e a FDN indigestível (marcador interno da fase sólida). Foram avaliados cinco modelos que predizem a kp, sendo estes provenientes de publicações em revistas de grande impacto científico. A avaliação destes modelos foi conduzida utilizando o conceito da regressão do resíduo (observado menos predito) pelo predito centralizado. Considerando a kp obtida a partir do itérbio, nenhum modelo da literatura se adequou aos dados observados no presente estudo. Por outro lado, quando a kp foi obtida com dados de FDN indigestível (FDNi), o modelo desenvolvido por Krizsan et al. (2010) foi acurado (viés médio, P = 0,82) e não apresentou erro sistemático no intervalo de variação das predições (viés linear, P = 0,45). Foi realizado teste de covariância para identificar variáveis que poderiam melhorar a adequação dos modelos. O modelo teórico proposto por Vieira et al. (2008) após a incorporação da ingestão de FDNi no modelo, apresentou viés médio... (AU)

Processo FAPESP: 13/06845-2 - Desenvolvimento e avaliação de modelos matemáticos para predição da taxa de passagem em caprinos ao longo do crescimento
Beneficiário:Thiago Francisco Ventoso Bompadre
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado